Presidente tem 38% das intenções de voto; Aécio Neves (PSDB) se manteve nos 16% e Eduardo Campos (PSB) tem 10%

Apesar de perder seis pontos percentuais em relação a última pesquisa, a presidente Dilma Rousseff venceria no primeiro turno se eleição presidencial fosse hoje, diz pesquisa Datafolha, do jornal Folha de S.Paulo, divulgada neste sábado (4). 

Segundo números da pesquisa, Dilma tem 38% das intenções de voto, seis pontos percentuais que a última pesquisa divulgada em fevereiro, quando 44% diziam votar nela. O candidato do PSDB, Aécio Neves, se manteve com 16% dos votos. Eduardo Campos (PSB) ganhou um ponto percentual em relação ao último levantamento e tem 10% das intenções de voto, segundo o Datafolha. Candidatos de outros partidos somam 6%.

Dilma venceria no 1º turno se a eleição fosse hoje, mostra Ibope

Aprovação do governo Dilma cai de 43% para 39%, aponta pesquisa Ibope

O Datafolha também simulou cenários com o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), no lugar de Dilma, e com a ex-senadora Marina Silva (PSB), ao invés de Campos, como candidatos.

Segundo a pesquisa, Marina é a única que forçaria um segundo turno na disputa com a atual presidente. Nesta simulação, Dilma teria 39% dos votos, Marina, 27% e Aécio, 16%.

Lula também ganharia a disputa no primeiro turno - e com mais folga que a atual presidente-, se disputasse as eleições. O ex-presidente teria 52% dos votos, enquanto Aécio teria 16% e Campos, 11%.

Rejeição

Dilma, Aécio e Campos aparecem empatados com 33% de rejeição, segundo a pesquisa. Marina tem 21% de rejeição e Lula, 19%.

Campos é candidato menos conhecido dos eleitores. Segundo a pesquisa, 42% disseram não conhecer o ex-governador de Pernambuco, enquanto 57% dizem conhecer muito bem a presidente Dilma.

O Datafolha entrevistou 2.637 pessoas em 162 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.