Entre mangues, polícia de Pernambuco caça piratas de rios

Barco com 50 turistas foi roubado no sul do Estado. Antes, crime era mais comum no Amazonas e Pará

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Reprodução/Google Maps
Mapa mostra a distância de 25 quilômetros entre Sirinhaém e Tamandaré
Cerca de 50 turistas, entre brasileiros e estrangeiros, foram assaltados na tarde da última quarta-feira (2) em Sirinhaém (a 78 quilômetros de Recife), no sul de Pernambuco, durante um passeio de catamarã – um tipo de barco com dois cascos. A polícia procura por quatro suspeitos. Ninguém ainda foi preso. Este é mais um caso de pirataria em rios do Brasil. Até então, boa parte dos casos estava concentrada no Amazonas e no Pará.

Piratas do Brasil: Pará quer criar força especial para combater pirataria nos rios

A embarcação partiu da Praia de Carneiros, no município de Tamandaré, e navegava pelo rio Formoso em direção à praia de Guadalupe. Segundo informações da Delegacia Municipal de Sirinhaém, no meio do caminho o catamarã foi interceptado por quatro homens armados a bordo de um barco menor.

Segundo a polícia, o bando fez o barqueiro de refém e levou dinheiro e objetos de valor, como câmeras fotográficas e celulares. Em seguida, eles fugiram de barco até a praia de Carneiros e continuaram em um veículo roubado e abandonado depois em uma estrada da região. Os turistas ficaram no barco atracado por pouco mais de uma hora até serem resgatados pela polícia, acionada por meio de uma denúncia.

O comissário de polícia de Sirinhaém, Charles César, informou à reportagem do iG que até o início da tarde desta quinta-feira (3) ninguém havia sido preso e que as diligências estão sendo feitas em conjunto pelas delegacias de Sirianhaém, Tamandaré e Rio Formoso. De acordo com ele, a região onde se concentram as buscas é de mangue, o que dificulta o trabalho dos policiais, já que esse tipo de terreno é argiloso, atrapalha a caminhada, diminui o campo visual e não permite o tráfego de veículos.

Conforme a polícia, os turistas estavam hospedados em hotéis de Porto de Galinhas, localizado no município de Ipojuca, distante 50 quilômetros da capital Recife, que está ao Norte e a 50 quilômetros de Tamandaré, ao Sul.

Leia mais sobre os novos piratas:

- Uma embarcação é assaltada a cada 12 dias no Pará e Amazonas

- Piratas atacam barco no Amazonas e roubam até roupa de passageiros

- Veja vídeo: Piratas atacam barco no Pará

    Leia tudo sobre: pirataspernambucoroubos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG