Ampola de vidro com amostra de sangue de beato ficará em igreja na cidade de Paraíso, na Costa Rica

Trabalhadores preparam a Praça São Pedro para beatificação de João Paulo 2º, que ocorreu em 1º de maio (30/4)
Getty Images
Trabalhadores preparam a Praça São Pedro para beatificação de João Paulo 2º, que ocorreu em 1º de maio (30/4)
Uma ampola de vidro com uma amostra de sangue do papa beatificado João Paulo 2º será instalada em uma igreja da cidade de Paraíso, na Costa Rica, a cerca de 60 quilômetros da capital San José.

De acordo com a revista El Eco Católico, da Conferência Episcopal da Costa Rica (Cecor), centenas de fiéis devem se reunir na comunidade para assistir à cerimônia de entrega da relíquia do Papa.

O padre polonês Derek Ras, secretário do arcebispo da Cracóvia, Stanislaw Dziwisz, já está no país com a relíquia. A instalação da ampola foi resultado de um acordo baseado na amizade entre Ras e o padre costarriquenho Donald Solano.

"Fui companheiro de estudo na Alemanha do padre Donald e na Universidade Pontifícia, quando ambos cursávamos a pós-graduação, e temos uma grande amizade. Mediei frente meu arcebispo para que em sua paróquia houvesse uma recordação viva de João Paulo 2º", declarou o sacerdote polonês.

O arcebispo Dziwisz foi secretário pessoal de João Paulo 2º e guarda consigo duas das quatro ampolas de sangue retiradas do pontífice em seus últimos dias de vida. Uma das relíquias que ficou com o religioso foi exposta para a veneração no Vaticano no dia da beatificação do papa, em 1º de maio deste ano.

No dia 11 de junho, uma relíquia contendo o sangue de João Paulo 2º também foi colocada no altar de uma nova igreja na Cracóvia , Polônia, sua terra natal.

*Com Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.