Papa concede perdão a ex-mordomo condenado por roubo de documentos

Paolo Gabriele se reunião com Bento 16 por 15 minutos e logo depois foi liberado; Vaticano informou que encontro entre os dois, que trabalharam juntos por 6 anos, foi 'intenso'

iG São Paulo |

AP
Papa se reúne com seu ex-mordomo Paolo Gabriele e concede perdão a ele

O papa Bento 16 perdoou Paolo Gabriele, seu ex-mordomo que foi condenado em outubro por vazar documentos confidenciais sobre um suposto caso de corrupção na Santa Sé, informou o Vaticano neste sábado (22).

Leia: Ex-mordomo do papa é condenado à prisão por roubo de documentos oficiais

Saiba mais: Mordomo roubou documentos que papa queria destruir, diz polícia

O papa visitou Gabriele na prisão na manhã deste sábado para lhe conceder pessoalmente o perdão. O encontro durou 15 minutos. Gabriele foi então liberado e já voltou para seu apartamento na cidade do Vaticano, onde viva com sua mulher e seus três filhos.

O Vaticano informou que ele não continuaria vivendo ou trabalhando dentro do Vaticano, mas que a Santa Sé "pretende oferecer a ele uma possibilidade para serenamento recomeçar sua vida junto à sua família".


Saiba: Mordomo nega roubo de documentos, mas diz ter abusado da confiança do papa

Leia também: Vaticano ordena julgamento de mordomo do papa por vazar documentos

O porta voz do vaticano, reverendo Federico Lombardi, disse que o encontro do papa com Gabriele foi "intenso" e "pessoal", destacando que o ex-mordomo e Bento 16 trabalharam juntos por seis anos.

Gabriele havia sido condenado por furto qualificado em 6 de outubro no ano passado e estava cumprindo uma sentença de 18 meses em uma cela do Vaticano.

Ele foi preso em maio , depois que a polícia encontrou com ele vários documentos que haviam sido roubados do escritório do papa. Gabriele os repassou para a mídia, no caso que ficou conhecido como Vatileaks.

O Vaticano disse que o papa também tinha perdoado um segundo empregado do Vaticano, Claudio Sciarpelletti, que foi condenado por cumplicidade Gabriele.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: vaticanovatileaksbento 16papamordomogabrieleigreja católica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG