Policiamento reforçado no Alemão após soldado ser ferido

Medida seria de segurança, segundo coronel do Exército. Grupo que trocou tiro com militares estava com fuzis e pistolas

iG Rio de Janeiro |

O policiamento no Complexo do Alemão, na zona norte, está reforçado com cerca de 150 militares após o soldado do Exército Leandro Eduardo dos Santos, de 20 anos, ter sido atingido por um tiro de raspão no antebraço direito em uma troca de tiros na localidade Pedra do Sapo.

De acordo com o oficial de comunicação do Exército, Coronel Malbatan Leal, a troca de tiros ocorreu durante um patrulhamento de rotina. "O nosso grupo fazia uma ronda, quando se deparou com cerca de 7 homens armados nessa localidade. Eles atiraram contra a patrulha, que revidou os tiros", afirmou ao iG .

Leia também : Poder de fogo do tráfico impressiona até policiais experientes

Ainda segundo Malbatan, o grupo, que pelos tiros estavam armados com pistolas e fuzis, conseguiu fugir. O patrulhamento foi reforçado como medida de segurança. Desde esse confronto, não houve registro de outros tiroteios, prisões ou apreensões.

O soldado Santos foi socorrido para o Hospital Central do Exército, em Benfica, na zona norte, e deverá receber alta ainda nesta sexta-feira (24).

As tropas do Exército chegaram ao Alemão no final de novembro do ano passado após a polícia realizar uma megaoperação nos complexos da Penha e do Alemão. Na época, a ação foi uma resposta aos ataques promovidos pelos traficantes na região metropolitana.

Em agosto deste ano, a secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro anunciou que conseguiu junto ao Ministério da Defesa a prorrogação da permanência das tropas do Exército nos complexos de favelas do Alemão e da Penha, na zona norte da capital, até junho do ano que vem. 

    Leia tudo sobre: complexo do alemãoexército

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG