Subcomandante do batalhão da PM em Copacabana mata comerciante no Rio

Tenente-coronel Albuquerque deu cinco tiros em dono de padaria, que cortejava sua mulher. Oficial se entregou e confessou crime

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro |

O subcomandante do 19º BPM (Copacabana), tenente-coronel Anderson de Albuquerque, 42 anos, foi preso na noite desta sexta-feira, após matar o dono de uma padaria no Cachambi (zona norte), com cinco tiros.

Segundo o oficial, o homicídio ocorreu porque o comerciante do estabelecimento cortejava sua mulher com frequência. Houve desentendimento e luta corporal entre os dois e o policial sacou a arma e disparou cinco vezes.

O Batalhão de Copacabana é uma das principais unidades da PM, com grande visibilidade por conta do turismo no bairro. A função de subcomandante que Albuquerque desempenha é, portanto, de importância e prestígio dentro da corporação.

O PM se entregou na 23ª Delegacia de Polícia (Méier), confessando o crime. Um balconista também ficou ferido com estilhaços e foi levado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. A Delegacia de Homicídios assumiu a investigação.

Nesta madrugada, Albuquerque foi transferido e está preso na sede do Batalhão de Choque da PM, no Estácio (área central), porque é PM.

    Leia tudo sobre: crimePMChoquehomicídioassassinatotenente-coronelCopacabanabatalhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG