Associação de policiais militares anuncia greve na Bahia

Paralisação foi anunciada após assembleia de associação que representa parte dos policiais. Outro sindicato não aderiu à greve

Agência Brasil |

Policiais militares afiliados à Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) decidiram entrar em greve após assembleia realizada nesta terça-feira no Ginásio dos Bancários, em Salvador. A categoria reivindica a criação de um plano de carreira e melhores condições de trabalho. A Aspra é um dos grupo que representa policiais militares no Estado.

Ceará: Após greve, comando da PM tem substituições
Pará: Polícia Militar e bombeiros paralisam atividades no Pará
Maranhão: Greve da Polícia Militar chega ao fim

Em nota publicada nesta quarta-feira, a Polícia Militar da Bahia informou que os serviços da instituição estão regularmente mantidos e que todas as propostas estão sendo discutidas com o Alto-Comando da Corporação. “As providências estão sendo tomadas com o governo do estado para implementação das ações de segurança pública no seu todo, além de melhorias das condições, não só na área salarial, mas também com a aquisição de viaturas, equipamentos de proteção individual”.

Também por meio de comunicado, a Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (Aopmba) confirmou que já negociava com o Alto-Comando da Corporação a criação de uma mesa permanente de negociação; um reajuste linear de 17,28%, retroativo a abril de 2007; e a revisão do valor do auxílio alimentação, entre outros pontos. A associação declarou não ser favorável a movimentos reivindicatórios com paralisação das atividades sem que antes sejam esgotados todos os canais de negociação.

    Leia tudo sobre: pmsbahiagreveparalisação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG