Refugiados ucranianos desembarcando na Romênia
Reprodução / Reuters - 27.03.2022
Refugiados ucranianos desembarcando na Romênia

A Ucrânia iniciou nesta terça-feira (2) a evacuação de mais de 200 mil pessoas residentes na província de Donetsk , que atualmente é o principal alvo da invasão promovida pela Rússia.

"Começou a evacuação obrigatória da região de Donetsk", disse a vice-premiê ucraniana, Iryna Vereshchuk, acrescentando que um primeiro trem já chegou em Kropyvnytsky, centro administrativo da província de Kirovohrad, no centro do país.

"Evacuamos mulheres, crianças e idosos, havia muitas pessoas com mobilidade reduzida. Todos foram acolhidos e ajudados", explicou a vice-premiê, que também exerce o cargo de ministra para Reintegração dos Territórios Temporariamente Ocupados.

De acordo com a agência Ukrinform, entre 200 mil e 220 mil moradores de  Donetsk devem ser evacuados nos próximos dias. A retirada é "obrigatória", mas, segundo Kiev , não será forçada.

Quem escolher permanecer terá de assinar um documento assumindo a responsabilidade pela decisão.

Assim como a vizinha Lugansk, Donetsk é palco de conflitos separatistas desde 2014 e compõe a  região do Donbass, área do leste da Ucrânia que tem maioria étnica russa e cuja conquista é o principal objetivo declarado por Moscou.

As tropas russas e as milícias separatistas já tomaram quase 100% da província de Lugansk e agora tentam avançar em Donetsk.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários