Veículos militares não identificados aguardam nas imediações de Snizhne, a 80km de Donetsk; mais de 80 deeles foram vistos hoje nas áreas controladas pelos separatistas
AP Photo
Veículos militares não identificados aguardam nas imediações de Snizhne, a 80km de Donetsk; mais de 80 deeles foram vistos hoje nas áreas controladas pelos separatistas

O território separatista pró-Rússia de Donetsk, no Leste da Ucrânia, afirmou, nesta quarta-feira, que foi reconhecido como um Estado pela Coreia do Norte, embora nenhum anúncio oficial tenha sido feito.

Esse reconhecimento seria o terceiro, depois da Síria, no final de junho, e da Rússia, dias antes do início de sua ofensiva contra a Ucrânia, no final de fevereiro deste ano.

A representação diplomática da República Popular de Donetsk em Moscou divulgou no aplicativo de mensagens Telegram uma foto de sua representante, Olga Makeieva, no momento em que recebia o que apresentou como uma carta de reconhecimento das mãos do embaixador norte-coreano, Sin Hong Chol.

Pouco antes, o líder do território separatista de Donetsk, Denis Pushilin, havia anunciado o reconhecimento pelas autoridades norte-coreanas. "O status internacional da República Popular de Donetsk continua se reforçando", disse. "É uma nova vitória da nossa diplomacia", afirmou à AFP.

O outro território separatista pró-Rússia no Leste da Ucrânia, o de Luhansk, não fez qualquer anúncio nesse sentido.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários