Dilma ganharia no 1º turno, mas aprovação para de crescer, diz Datafolha

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente tem 47% das intenções de voto em disputa com Aécio e Campos. Lula teria resultado ainda melhor, com 54%

A popularidade da presidente Dilma Rousseff parou de crescer e se manteve 42%, mesmo resultado do fim do ano passado, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (22) pela Folha de S.Paulo. No entanto, se as eleições presidenciais fossem disputadas hoje, a presidente venceria no primeiro turno. 

Leia também:

Aprovação do governo Dilma cai de 43% para 39%, aponta Ibope

Dilma pede que papa traga à Copa mensagem contra o racismo

Reuters
Aprovação do governo Dilma ficou estável em 41% no primeiro levantamento de 2014

O porcentual de eleitores que consideravam a gestão de Dilma boa ou ótima era de 65% em março, caiu a 57% no início de junho e baixou ainda mais, para 30% após a onde protestos em todo o País. No fim de novembro, o último levantamento do Datafolha em 2013 apontou recuperação para 41%, mesmo resultado registrado neste mês, no primeiro levantamento de 2014.

Na disputa eleitoral, DIlma levaria a melhor já no primeiro turno, com 47% das intenções de voto, contra 17% de Aécio Neves (PSDB) e 12% de Eduardo Campos (PSB). Com Marina Silva na disputa, Dilma ganharia com 43%. Aécio teria 15% e Marina, 23%. Se Lula se candidatasse no lugar da sucessora, teria 54% contra 15% de Aécio e 9% de Campos. Com Marina na disputa, com 19% dos votos, Lula teria 51% e Aécio, 14%.

A pesquisa entrevistou 2.614 pessoas nos dias 19 e 20 de fevereiro em 161 cidades brasileiras. A margem de erros é de dois pontos porcentuais. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas