Disputa presidencial gera surto de preconceito contra nordestinos

Por Marcel Frota - iG Brasília* | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mensagens em redes sociais incitam ódio contra beneficiários de programas sociais e moradores do Nordeste e Norte

A vitória de Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno da eleição presidencial mais uma vez gerou um surto de mensagens preconceituosas contra nordestinos, nortistas, negros e beneficiários dos programas sociais do governo federal. Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentarão no segundo turno para definir quem será o próximo presidente.

O fenômeno já havia sido observado em 2010, quando Dilma foi eleita pela primeira vez. Desta vez, a onda de mensagens preconceituosas acabou gerando uma iniciativa curiosa. Alguns internautas resolveram criar a página “Esses nordestinos” em que reúnem postagens preconceituosas e agressivas contra nordestinos para denunciar a discriminação.

“Repudiamos e denunciamos as opiniões expressadas nos posts aqui divulgados. DENUNCIE AQUI”, diz o título da página. Lá estão reunidas postagens até de perfis que já foram apagados em função das reações que geraram. “É isso aí, pobres e negros que votem no PT, agora com Marina fora do jogo, não necessitamos de votos de miseráveis, queremos votos de pessoas de qualidade. Negros e favelados que se f…”, diz uma postagem feita por internauta identificada pelo nome Alexandra Santos.

Mais: Justiça condena estudante por preconceito contra nordestinos no Twitter

Casos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: ReproduçãoCasos de preconceito flagrados pelo tumblr Esses Nordestinos . Foto: Reprodução

Muitas das mensagens postadas na página que denuncia o preconceito de internautas são cheias de palavrões. “Meu c que chamar nordestino de burro alienado e idiota é preconceito”, diz mensagem postada no perfil de Júlia Colonetti, cuja conta no Twitter foi apagada. “Alguém separa o nordeste desse país, por favor”, diz mensagem do perfil Karol Guns, também apagado da lista do Twitter. Lorenzzo Warrak teve mensagem colocada na página depois de postar “não queria ter preconceito regional não, mas nordestinos e nortistas não abrem mão de bolsa (tudo)… tão f essa eleição”.

Apesar do objetivo da página ser denunciar as agressões preconceituosas, alguns tentavam usar o espaço para disseminar o conteúdo discriminatório das mensagens, tanta que os responsáveis tiveram de postar uma mensagens de esclarecimento. ”Achei que era óbvio o objetivo desse tumblr, mas perante o recebimento de algumas poucas mensagens, achei melhor esclarecer para quem tiver dúvidas. Esse blog tem como objetivo denunciar e repudiar manifestações xenofóbicas. Nós NÃO concordamos com o que está escrito nas publicações de terceiros expostas aqui, e as legendas das fotos são de teor totalmente irônico. A equipe deste tumblr é nordestina com orgulho, e é igualmente atingida por todas essas publicações. queremos denunciar seus autores e expor o problema para que possamos debatê-lo e derrotá-lo”, diz a mensagem. As postagens reunidas ali trazem apanhado de mensagens feitas no Twitter e Facebook.

2011: Com apagão, preconceito contra nordestinos volta a surgir na web

Por causa do grande número de mensagens postadas incitando o ódio contra nordestinos a Ordem dos Advogados do Ceará vai representar junto ao Ministério Público Federal para responsabilizar os autores dos comentários de cunho preconceituoso contra os nordestinos em razão do resultado eleitoral, no último dia 5 de outubro. Segundo a OAB-CE, a representação já foi assinada pelo presidente, Valdetário Andrade Monteiro. Este já é o segundo caso em que a OAB-CE toma providências para que internautas sejam penalizados pelas postagens preconceituosas na internet. Recentemente, as postagens envolveram a Miss Brasil Melissa Gurgel, que nasceu no Ceará, e denegriam a origem e o sotaque dos cearenses.

A legislação prevê pena de até três anos de cadeia e multa para casos de preconceito. Segundo a Lei 7.716, qualquer tipo de preconceito contra a procedência nacional, etnia, cor, raça ou religião é crime. No artigo 20, diz que induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional terá uma pena de reclusão de um a três anos e multa.

Fernando Henrique Cardoso 

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse na última segunda-feira (06) que o PT cresceu nos grotões do país e que o Partido dos Trabalhadores (PT) tem o voto dos “menos informados”. “O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”, afirmou Fernando Henrique, em entrevista aos blogueiros do UOL Josias de Souza e Mário Magalhães.

Leia mais: ‘Menos informados’ votam no PT, diz Fernando Henrique

“Essa caminhada do PT dos centros urbanos para os grotões é um sinal preocupante do ponto de vista do PT porque é um sinal de perda de seiva ele estar apoiado em setores da sociedade que são, sobretudo, menos informados”, completou o tucano. Em sua avaliação, o desempenho do PSDB é diferente, nesse aspecto, uma vez que em estados como São Paulo seu partido tem maioria. “Aqui em São Paulo, quando o PSDB ganha, ele ganha porque tem apoio de pobre, não é porque tem apoio de rico. (...) A falta de informação é responsabilidade do Estado, não da pessoa, é uma constatação. Geralmente, é uma coincidência entre os mais pobres e os menos qualificados.”

*Com informações de O Dia

Leia tudo sobre: Eleições 2014preconceito

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas