Pontífice usou seu discurso 'Urbi et Orbi' para pedir paz na África, Ásia, Oriente Médio: 'Paz no mundo, ainda dividido pela ganância, ferido pelo egoísmo que ameaça a vida e a família'

O papa Francisco fez neste domingo um apelo veemente pela paz em sua primeira mensagem de Domingo de Páscoa desde que foi eleito . Francisco usou seu pronunciamento "Urbi et Orbi" ("Para a Cidade e o Mundo") para pedir por paz na África, Ásia, Oriente Médio e através do globo.

Sábado: Papa lidera católicos na vigília de Páscoa na basílica de São Pedro

Sexta:  Papa reza na Sexta-Feira Santa e lembra do Oriente Médio

Foto divulgada pelo L'Osservatore Romano mostra papa Francisco durante discurso 'Urbi et Orbi' na Praça de São Bento, Vaticano
AP
Foto divulgada pelo L'Osservatore Romano mostra papa Francisco durante discurso 'Urbi et Orbi' na Praça de São Bento, Vaticano

Quinta:  Papa lava os pés de jovens detentos em ritual da Quinta-Feira Santa

Dia 24:  Papa Francisco abre Semana Santa com missa do Domingo de Ramos

Ele deu especial ênfase à "querida Síria ", dizendo: "Quando sangue foi derramado! E quanto sofrimento a mais deve existir antes de que seja encontrada uma solução política?"

A Páscoa é a festividade mais importante no calendário cristão, e os peregrinos compareceram a igrejas em todo o mundo. No Iraque, católicos lotaram as igrejas em meio a um forte esquema de segurança. Cerca de 200 fiéis celebraram uma missa em Bagdá. Houve também especiais medidas de segurança no Paquistão.

Papa Francisco beija bebê depois de celebrar sua primeira Missa de Páscoa na Praça de São Pedro, Vaticano
AP
Papa Francisco beija bebê depois de celebrar sua primeira Missa de Páscoa na Praça de São Pedro, Vaticano

'Divididos pela ganância'

O papa Francisco, anteriormente arcebispo Jorge Mario Bergoglio , de Buenos Aires, foi eleito em 13 de março, representando o primeiro pontífice não europeu em quase 1,3 mil anos. Ele sucedeu a Bento 16 , que permaneceu no cargo por oito anos e se tornou o primeiro papa a renunciar em quase 600 anos , com a justificativa de que não tinha mais a força física para continuar.

Em seu discurso "Urbi et Orbi", Francisco começou com um simples "Feliz Páscoa". O papa, que começou seu mandato enfatizando a humildade , prosseguiu: "Cristo ressuscitou! Que alegria é para mim anunciar sua mensagem... gostaria que ela chegasse a cada casa e a cada família, especialmente onde o sofrimento é maior, nos hospitais, nas prisões."

Mais tarde em seu pronunciamento, o pontífice disse: "Pedimos a Jesus ressuscitado, que transforma a morte em vida, para transformar o ódio em amor, a vingança em perdão, a guerra em paz."

Então, ele mencionou regiões problemáticas do mundo: "Paz para o Oriente Médio, e particularmente entre israelenses e palestinos, que lutam para encontrar o caminho do acordo e possam ter a vontade e a coragem de retomar negociações para encontrar o fim de um conflito que já dura há muito tempo ."

"Paz no Iraque, que cada ato de violência termine, e acima de tudo (apelo) pela querida Síria, por seu povo dilacerado pelo conflito e pelos muitos refugiados que esperam ajuda e conforto."

NYT: Igreja Católica é alento para africanos carentes da presença do Estado

Em relação à África, o papa referiu-se ao Mali , à Nigéria - "onde os ataques lamentavelmente continuam - à República Democrática do Congo e à República Centro-Africana . Ele acrescentou: "Paz na Ásia, acima de tudo na Península Coreana : que os desacordos sejam superados e cresça um renovado espírito da reconciliação."

O papa Francisco concluiu dizendo: "Paz no mundo todo, ainda dividido pela ganância que busca o lucro fácil, ferido pelo egoísmo que ameaça a vida humana e a família, egoísmo que continua no tráfico humano, a mais extensa forma de escravidão no século 21."

Veja imagens da Páscoa no Brasil e no mundo:

Nos dias que antecederam a Páscoa, o papa fez gestos para as mulheres e os muçulmanos. Durante a Missa da Quinta-Feira Santa, em um centro de detenção juvenil, e lavou e beijou os pés de 12 pessoas , incluindo duas mulheres e dois muçulmanos, e na procissão da Sexta-Feira da Paixão referiu-se "à amizade de nossos irmãos e irmãs muçulmanos" no Oriente Médio.

*Com BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.