iG criou ferramenta que mostra nota de universidades, centros universitários e faculdades com base no Índice Geral de Curso

Com base em dados divulgados pelo Ministério da Educação, o iG elaborou um ranking das melhores e piores instituições de ensino superior do País segundo o Índice Geral de Cursos (IGC). O indicador considera a qualidade a partir da média ponderada dos cursos de graduação e o resultado final é expresso em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5).

Veja também: Ranking completo dos cursos superiores avaliados em 2010

Os conceitos de 1 e 2 são considerados desempenho insatisfatório; 3, razoável; e 4 e 5, bom. No ranking abaixo, o IGC Contínuo é usado para estabelecer o ranking, e ao lado é apresentada a nota do IGC faixa.

Para calcular o IGC, o MEC utiliza a média dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) da instituição. Para esta média, é utilizado o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) , o quanto o curso agrega de conhecimento ao aluno do momento em que ele começa o curso superior até a formatura e variáveis como corpo docente, infraestrutura e organização didático-pedagógico. O IGC deste ano diz respeito ao desempenho do triênio 2008-2009-2010.


O ranking apresenta os resultados de 1826 instituições, entre universidades, centro universitários e faculdades. Além disso, as instituições que não receberam conceito, porque não tiveram alunos em número suficiente prestando o Enade ou porque o MEC não conseguiu aferir algum dos critérios necessários, não receberam nota e aparecem na lista completa com essa marcação. A USP não participa do Enade e, por isso, não está no ranking.

ATENÇÃO: para fazer a busca da sua instituições, não coloque cedilha ou acentos gráficos (acento agudo, circunflexo ou til).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.