Estudantes relatam problemas para se inscrever no Fies

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Alunos relatam erros e instabilidade na página do site; FNDE diz que há sobrecarga no site e problema deve ser normalizado

Agência Brasil

Estudantes enfrentam fila para conseguir o Fies (11.03.15)
Fernando Zamora/Futura Press
Estudantes enfrentam fila para conseguir o Fies (11.03.15)

Os estudantes que querem firmar novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) estão reclamando de dificuldade para fazer a inscrição no site do programa. Eles relatam erros e instabilidade na página. O site foi reaberto para os novos contratos na segunda-feira (23) e o prazo segue até o dia 30 de abril.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, do Ministério da Educação, informou que há uma sobrecarga inicial no site e que a expectativa é que o acesso se normalize.

Janeiro: Página do Fies continua fora do ar; sistema deve reabrir esta semana

Fevereiro: Sem previsão para abertura do Fies, universitários voltam às aulas com dívidas

O jovem Vinícius Lopes, de 19 anos, soube que a faculdade onde irá cursar direito, em Bauru (SP), teria equipamento disponível e funcionários orientando os estudantes a fazer a inscrição no Fies e foi até lá ontem (24). Ele passou horas tentando e voltou para casa sem obter sucesso. “Fiquei quatro horas tentando e o site caindo toda hora. Lá na faculdade ninguém estava conseguindo, tem gente que não está conseguindo nem digitar o CPF e sair da primeira página, dá CPF inválido ou que ele já foi usado”, diz.

Em casa, o jovem seguiu insistindo até conseguir. “Fiquei das 7h à 1h da manhã de hoje para concluir o cadastro”, contou Vinícius. O estudante já está matriculado e como ficou isento da matrícula, não teve que desembolsar R$ 1.200 mesmo sem ter contratado o financiamento. “As aulas começam na próxima segunda [2] e, na faculdade, disseram pra eu ir normalmente até o Fies, mas conheço pessoas de outras instituições que não têm condições de pagar até obter o financiamento e tiveram que desistir”, acrescentou.

Leia mais: Nota mínima para empréstimo do Fies ajuda qualidade, dizem entidades de educação

Nas redes sociais, jovens reclamam de dificuldade para pagar a matrícula e a mensalidade antes de conseguir o financiamento estudantil. “Gente, dia 27 vence meu segundo boleto da faculdade e ainda não consegui me inscrever no Fies”, escreveu uma estudante no grupo Fies 2015, criado no Facebook, e que reúne 6,3 mil membros.

Com a pré-matrícula feita no curso de jornalismo, a estudante Ketilen Carvalho, de 17 anos, tentou fazer o cadastro no site do Fies assim que foram abertas as inscrições, na tarde de segunda-feira (23). Sem sucesso, ela retomou as tentativas na manhã de ontem (24) e só conseguiu concluir o cadastro na madrugada de hoje.

“Ontem, fiquei das 9h até a meia-noite e dez, tentando sem parar até conseguir finalizar tudo. O site não carregava o próximo passo ou caía. Às vezes, tinha que fazer de novo. Fiquei esse tempo todo na frente do computador, sem parar, e sei que vários colegas não conseguiram se inscrever ainda”, contou Ketilen, que pretende cursar jornalismo em uma instituição de Brasília.

O Fies financia de 50% a 100% das mensalidades em cursos de educação superior, de acordo com a renda familiar mensal bruta. No fim do ano passado, o governo estabeleceu novas regras para a concessão do financiamento, como média mínima de 450 pontos nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio e não ter nota 0 na redação. As novas regras valerão para os contratos feitos após o dia 30 de março.

Leia tudo sobre: FIESproblemasestudantes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas