Onze pessoas são indiciadas por homicídio culposo por morte no Hopi Hari

Entre os indiciados estão o presidente, o vice-presidente e o gerente de manutenção e projetos do parque no interior de São Paulo

iG São Paulo |

A Polícia Civil de São Paulo indiciou onze pessoas por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, no inquérito que apura a morte da adolescente Gabriela Nichimura, de 14 anos, que morreu após cair de um brinquedo no parque de diversões Hopi Hari , em Vinhedo, na região de Campinas.

Os indiciados são o presidente do Hopi Hari, Armando Pereira Filho; o vice-presidente, Claudio Pinheiro Guimarães; o gerente de manutenção e projetos, Stefan Banholzer; os técnicos Juliano Ambrósio, Rodolfo Rocha de Aguiar Santos, Adriano César de Souza; os atendentes Lucas Martins Figueiredo, Vitor Igor Spinocci de Oliveira, Marcos Antonio Tomaz Leal e Edson da Silva; e o mecânico Luiz Carlos Pereira de Souza.

Carolina Garcia
Adolescente caiu da La Tour Eiffel no dia 24 de fevereiro
Na última semana, o Instituto de Criminalística (IC) de Campinas entregou à Polícia Civil e ao Ministério Público de Vinhedo laudo com informações conclusivas sobre a perícia feita no parque de diversões .

Segundo informou o promotor Rogério Sanches, o laudo entregue à Promotoria aponta falha humana e indica que a trava da cadeira que a menina ocupou estava solta. "Não há nada de novo ou que mude o curso do que temos até agora. O laudo só reforça tudo o que já foi falado e divulgado", afirmou Sanches.

Saiba mais:  Hopi Hari se compromete a corrigir irregularidades
Em março: Hopi Hari é reaberto com principais atrações interditadas

Silmara Yukay e Armando Nichimura, pais da adolescente, foram notificados da decisão e, por meio de nota enviada pelo advogado da família, parabenizaram os envolvidos na investigação. "O indiciamento destas pessoas não irá fazer com que esqueçamos o pesadelo que estamos vivenciando, mas a justiça irá demonstrar que os responsáveis não ficarão impunes e suas consciências carregarão para a eternidade a responsabilidade pela morte de nossa filha." 

Gabriella caiu de uma altura de aproximadamente 20 metros, do brinquedo La Tour Eiffel, um elevador com 69,5 metros de altura, o equivalente a um prédio de 23 andares. A garota morava no Japão e passava férias no Brasil. Após a família mostrar uma fotografia à Polícia e à Promotoria ficou claro que Gabriella sentou-se em uma cadeira que não poderia ter sido utilizada, pois estava inativa.

Durante os depoimentos, o delegado recebeu informações de que os cinco operadores do brinquedo sabiam que, naquele dia, a trava que sempre esteve fechada para impedir que o assento fosse usado podia ser aberta. Eles teriam avisado um superior e recebido o comando para continuar as atividades até que alguém da manutenção chegasse à atração para resolver o problema.

Outro lado

Em nota, o Hopi Hari lembra que o indiciamento é ato provisório e não significa condenação. Veja a nota na íntegra:

Referente à determinação da autoridade policial de Vinhedo para realização de indiciamentos de funcionários e diretores do parque Hopi Hari é importante esclarecer:

O indiciamento é um ato provisório da autoridade policial que não significa condenação. Por isso, em respeito a seus profissionais, o parque aguardará a decisão judicial.

Hopi Hari adota, em sua totalidade, procedimentos internacionais dos melhores parques do mundo, tornando-se referência no país nestes 12 anos. O acidente foi uma fatalidade causada por uma série de falhas humanas, cuja responsabilidade individual está sendo apurada.

Durante o último mês, Hopi Hari passou por vistorias e avaliações técnicas rigorosas, de diversos órgãos, como Ministério Público Estadual, Ministério Público do Trabalho, CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), Instituto de Criminalística, Corpo de Bombeiros e TÜV SÜD Industrie Service (empresa alemã que audita os maiores parques do mundo). Após as análises, Hopi Hari foi liberado para seu funcionamento normal, comprovando sua segurança. Além disso, Hopi Hari implementou de imediato melhorias e procedimentos adicionais de segurança.

*Com AE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG