Fabiane Bessa, 19 anos, foi agredida em uma casa noturna de Xangri-lá, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul

Fabiane estava em camarote de casa noturna de Xangri-lá
Arquivo pessoal
Fabiane estava em camarote de casa noturna de Xangri-lá

Fabiane Bessa, 19 anos, levou cinco pontos na cabeça ao ser atingida por uma garrafada, depois de negar uma cantada em uma balada, na cidade de Xangri-lá, litoral norte do Rio Grande do Sul.

A jovem diz que já conhecia o agressor de vista, mas nunca havia conversado com ele antes do episódio. 

Mulher sofre traumatismo craniano após levar cotovelada no interior de São Paulo

 "Estávamos no camarote. André chegou em mim, eu empurrei, como quem diz, não. Ele insistiu. Falei para um amigo que estava do meu lado, que ele estava incomodando. O meu amigo foi falar com ele, ele ficou bravo e jogou a garrafa na minha cabeça”, contou Fabiane.

Após ser atingida, Fabiane desmaiou e só retomou os sentidos quando estava sendo atendida pelo Corpo de Bombeiros ainda dentro da casa noturna. "Eu soube depois, que ele tentou duas vezes jogar a garrafa. A primeira não pegou, a segunda tentativa, infelizmente me acertou", finaliza. 

Fabiane fez um boletim de ocorrência por agressão. O acusado, André Granville tem 53 anos e já foi denunciado pelo MP por tentativa de homicídio, após matar duas pessoas em um acidente de carro.

 Jovem é agredida em casa noturna no Rio Grande do Sul
Reprodução
Jovem é agredida em casa noturna no Rio Grande do Sul


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.