Doria e Bolsonaro são os padrinhos políticos que mais atrapalham em SP
Reprodução/Planalto
Doria e Bolsonaro são os padrinhos políticos que mais atrapalham em SP

O ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o presidente  Jair Bolsonaro (PL) são os políticos que mais atrapalham na  corrida ao governo de São Paulo, segundo apontou o Datafolha, em uma pesquisa divulgada na noite desta quinta-feira (7). De acordo com a pesquisa, 66% não votariam em um candidato indicado pelo ex-governador, enquanto 62% não apoiariam um candidato apoiado pelo presidente.

Na pergunta sobre quando o candidato é apadrinhado por João Doria, as respostas foram as seguintes:

  • Levaria você a escolher esse candidato com certeza: 8%
  • Você não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado: 66%
  • Talvez faça você votar nesse candidato: 23%
  • Outras respostas: 2%
  • Não sabe: 1%

Quando se tratou de falar do padrinho político de Bolsonaro, os resultados foram os seguintes:

  • Levaria você a escolher esse candidato com certeza: 18%
  • Você não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado: 62%
  • Talvez faça você votar nesse candidato: 18%
  • Outras respostas: 1%
  • Não sabe: 1%

A pesquisa também perguntou aos entrevistados sobre o apadrinhamento político por parte de Lula e seu provável vice, Geraldo Alckmin. Sobre esses nomes, a rejeição foi um pouco menor.

Leia Também

Leia Também

Em relação ao apadrinhado por Lula, os resultados foram:

  • Levaria você a escolher esse candidato com certeza: 27%
  • Você não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado: 46%
  • Talvez faça você votar nesse candidato: 24%
  • Outras respostas: 2%
  • Não sabe: 1%

Quando perguntados sobre Alckmin, as respostas foram:

  • Levaria você a escolher esse candidato com certeza: 14%
  • Você não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado: 50%
  • Talvez faça você votar nesse candidato: 33%
  • Outras respostas: 2%
  • Não sabe: 2%

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários