Senador é relator da CPI da Pandemia
Jefferson Rudy/ Agência Senado
Senador é relator da CPI da Pandemia


O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, adiantou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será incluído no relatório final . A CPI apura as ações e omissões do governo federal no combate à Covid-19.


À Globonews, Renan disse que Bolsonaro será citado "pelas digitais na omissão". “Tem muita gente investigada e muita gente que também constará no relatório sem que tenha sido elevada à condição de investigado. O presidente da República [estará no relatório] pelo crime que significou ele não responder às ofertas da Pfizer, do Butantan, da OMS, que dariam, naquela oportunidade, quase 170 milhões de doses de vacina”, explicou o parlamentar, que é responsável por fazer o relatório.



A expectativa é de que  o documento seja entregue no dia 19 de outubro e, em seguida, seja levado à votação na comissão . Até o momento, segundo o portal Metrópoles, Renan já incluiu 34 pessoas no rol de investigados. Com isso, o relatório deve pedir a responsabilização dessas pessoas por seus eventuais crimes, mas também propor mudanças legislativas e propostas de ressarcimento às vítimas da Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários