Governador de São Paulo, João Doria
O Antagonista
Governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou nesta quarta-feira (11) os parlamentares do partido tucano que votaram a favor da PEC do voto impresso, rejeitada ontem na Câmara dos Deputados . Segundo o gestor, a atitude é "deplorável".

"Considero deplorável, seja quem for, de qual partido, apoiar o governo Bolsonaro nessa iniciativa do voto impresso", declarou.

O PSDB orientou que os deputados votassem 'não' à proposta, mas foi um dos partidos com mais "traições" à orientação da legenda. Dos 27 deputados que marcaram presença na Casa, 14 votaram favoráveis à PEC, 12 contra e  um se absteve: Aécio Neves.

"Eu lamento que parlamentares, inclusive do meu partido, tenham tido esta posição. Respeito, mas lamento. Mas quero dizer que os sete deputados federais do estado de SP votaram contra. E a esses deputados, transmito meus cumprimentos", afirmou Doria.

O PSDB já contestou os resultados das urnas eletrônicas, em 2014. Na ocasião, com a derrota do então candidato à presidência Aécio Neves para a petista Dilma Rousseff, os tucanos pediram uma ampla auditagem. Após a apuração, foi concluído que não houve fraude. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários