Painel da Câmara dos Deputados mostra como votou cada deputado na PEC do voto impresso
Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Painel da Câmara dos Deputados mostra como votou cada deputado na PEC do voto impresso

Apesar da orientação dos partidos para que os parlamentares votassem "não" à aprovação da PEC do voto impresso, apreciada na noite da terça-feira (10) , os partidos PSD, DEM, MDB e PSDB tiveram mais fotos favoráveis à proposta do que contra. Os partidos costumam mostrar alinhamento ao Executivo nas votações da Casa.

O PSD orientou os deputados a votarem NÃO, mas, dos 20 parlamentares, 11 traíram a orientação da sigla, enquanto 4 se ausentaram e não votaram; no DEM, 13 votaram SIM, 8 seguiram a orientação do partido e 6 se ausentaram; o MDB teve 15 traições, 10 votos seguindo a orientação e 8 ausentes; já o PSDB teve 14 traições, 12 votos NÃO, 5 ausentes e  uma abstenção (Aécio Neves).

No geral, 112 dos 513 parlamentares (22%) traíram a orientação de seus partidos. As legendas com os maiores percentuais de votos contrários à orientação foram PSD (57%), PV (50%), DEM (46%), MDB (45%) e PSDB (44%).

Outros nove partidos também tiveram votos contrários à orientação: Cidadania (38% dos filiados), Solidariedade (36%), PSB (35%), PL (27%), Avante (25%), PDT (20%), Podemos (20%), PSL (11%) e Republicanos (9%).

Fidelidade

Por outro lado, quatro partidos não tiveram parlamentares que votaram de maneira contrária à orientação: PT (53 deputados), PSOL (9), PCdoB (8) e Rede (1).

Seis legendas deixaram os deputados livres para votarem conforme o próprio entendimento: PP, PROS, PSC, PTB, Novo e Patriota. O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia, atualmente sem partido, votou contra a proposta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários