Painel da Câmara dos Deputados na votação da PEC do voto impresso
Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Painel da Câmara dos Deputados na votação da PEC do voto impresso

Com a PEC do voto impresso "enterrada" no Congresso, parlamentares bolsonaristas como Carla Zambelli (PSL-SP) questionaram o sistema eletrônico de votação da Câmara dos Deputados. Eles apontaram possibilidade de "fraude" após terem problemas com o Infoleg, tecnologia utilizada nas votações da Casa. As informações são da coluna Sonar, do Globo .

No Twitter, Zambelli disse que estava recebendo relatos de colegas com dificuldades para votar na sessão.

"Vários deputados não estão conseguindo votar pelo sistema eletrônico. Que ironia, não?", escreveu Zambelli.

O deputado federal Marcelo Alvaro Antonio (PSL-MG) foi outro que contestou o sistema. Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais com a legenda "Possível fraude nas eleições pelo voto impresso", ele disse que não conseguiu concluir seu voto.

Você viu?

"Causa muita estranheza justamente numa PEC onde estamos buscando a transparência das eleições e o sistema da Câmara Infoleg estava inconsistente e não dava a opção de votar."

Já Angela Amin (PP-PR), que votou contra a proposta, disse que se equivocou na hora de votar e não teria conseguido consertar a votação por conta do problema no sistema.

"Um erro no sistema não permitiu que eu retificasse o equívoco cometido durante a votação de hoje", escreveu.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Câmara dos Deputados, mas ainda não obteve retorno

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários