Ministro do STF Alexandre de Moraes e procurador geral da República Augusto Aras
Montagem feita com as fotos de Nelson Jr./SCO/STF | Bruno Batista/VPR
Ministro do STF Alexandre de Moraes e procurador geral da República Augusto Aras


ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes fez duras críticas, em conversas privadas, à atuação do procurador-geral da República Augusto Aras após o pedido de arquivamento do inquérito dos atos antidemocráticos, que mira bolsonaristas. O caso expôs publicamente a divergência entre os dois, mas faz parte de uma série de embates envolvendo posicionamentos de Aras contra medidas de investigações que atingiam aliados do Planalto.

Ministro e procurador-geral já haviam entrado em choque antes por desacordo no inquérito das fake news , também relatado por Moraes, e quando o magistrado autorizou buscas contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sem informar previamente à PGR, o que irritou Aras .

A nova contenda fez a briga escalar nos bastidores.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários