Procurador-geral da República enviou um ofício ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, com a solicitação de afastamento de Alexandre de Moraes no caso Salles
Pedro França/Agência Senado
Procurador-geral da República enviou um ofício ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, com a solicitação de afastamento de Alexandre de Moraes no caso Salles

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, recebeu na última terça-feira (25) um ofício do Procurador-geral da República, Augusto Aras , com a solicitação para que seja alterado o ministro que investiga Ricardo Salles , ministro do Meio Ambiente. Atualmente, quem cuida deste caso é Alexandre de Moraes. As informações são do jornal Estado de S.Paulo.

No documento, Aras pede que a operação realizada pela Polícia Federal - a Akuanduba - seja redistribuída a outro magistrado através de um sorteio, ou que seja entregue a Cármen Lúcia, já que a ministra já é responsável por uma ação similar: a denúncia de Alexandre Saraiva, delegado e ex-superintendente da PF no Amazonas, em que acusa Salles de obstruir a maior investigação ambiental na região beneficiando madeireiros.


No gabinete da Procuradoria-geral da República há uma certa 'estranheza' com relação a cronologia das decisões de Alexandre de Moraes . Isso porque, de acordo com o órgão, o ministro autorizou a realização da busca e apreensão para a PF em 12 de maio, mas o magistrado teria recebido a documentação completa apenas no dia seguinte, 13 de maio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários