Presidente da Rússia,Vladimir Putin
Reprodução/Kremlin - 09.05.2022
Presidente da Rússia,Vladimir Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que uma guerra nuclear "nunca deve ser iniciada", após o aumento da tensão entre Moscou e a  Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em meio à invasão russa ao território ucraniano . De acordo com o mandatário, não pode haver vencedores em uma guerra nuclear.

"Como um Estado parte do Tratado de Não Proliferação e um de seus depositários, a Rússia está consistentemente cumprindo a letra e o espírito do tratado", disse Putin, em carta aos participantes de uma conferência sobre o acordo em Nova York, divulgada nesta segunda-feira (1º). "Partimos do fato de que não pode haver vencedores em uma guerra nuclear e ela nunca deve ser desencadeada, e defendemos uma segurança igual e indivisível para todos os membros da comunidade mundial", acrescentou.

Hoje, autoridades do mundo se reuniram em Nova York, nos Estados Unidos, para a Décima Conferência de Revisão para o Tratado sobre a Não-Proliferação de Armas Nucleares (NPT, na sigla em inglês), após o evento ter sido adiado por dois anos devido à pandemia de Covid-19.

Na ocasião, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse que "um retorno ao acordo nuclear continua sendo o melhor resultado para os Estados Unidos, o Irã e o mundo", acrescentando que o Irã está relutante em voltar a seguir os termos do acordo de 2015 .

Blinken também afirmou que a Coreia do Norte está se preparando para realizar o sétimo teste nuclear e que ele está pronto para conversar com todos os países que têm armamento nuclear , inclusive com a China.

A declaração do secretário é um reforço do que o presidente dos EUA, Joe Biden, já havia dito anteriormente. "Mas a negociação requer um parceiro disposto a operar em boa-fé. E a brutal e não provocada agressão da Rússia na Ucrânia destruiu a paz na Europa e constitui um ataque a princípios fundamentais da ordem internacional", disse Biden. "A Rússia deve demonstrar que está pronta para retomar o trabalho sobre o controle de armas nucleares com os Estados Unidos."

À agência de notícias Reuters , uma fonte do Ministério das Relações Exteriores da Rússia falou sobre a afirmação dos Estados Unidos, sem se identificar. "Essa é uma declaração séria ou o site da Casa Branca foi hackeado? Se for séria, com quem exatamente eles pretendem discutir esse acordo?", questionou.

Biden também afirmou que a China tem a responsabilidade de desempenhar um papel de liderança na não-proliferação de armas nucleares. Desde que assumiu a presidência, o norte-americano tem atuado em sancionar entidades chinesas envolvidas no comércio de petróleo com o Irã, na esperança de fazer com que os bloqueios ajudem a reviver o acordo nuclear iraniano de 2015.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários