Representantes da Rússia e Ucrânia durante rodada de negociações em Belarus
Reprodução / Twitter / Embaixada Rússia em Belarus - 03.03.2022
Representantes da Rússia e Ucrânia durante rodada de negociações em Belarus

A Ucrânia afirmou neste sábado (18) que pode  retomar as negociações para um  cessar-fogo com a Rússia no fim de agosto, após uma série de contraofensivas em áreas conquistadas pelas tropas invasoras.

As tratativas estão travadas desde o fim de março , quando delegações de Kiev e Moscou se reuniram em Istambul, na Turquia .

A Ucrânia já se comprometeu a não entrar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) , mas quer garantias de segurança de potências internacionais e caminho livre para ingressar na União Europeia.

No entanto, o tema mais delicado diz respeito ao destino da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, e dos territórios conquistados por Moscou na atual invasão. O Kremlin diz que regiões incorporadas não serão devolvidas, enquanto a Ucrânia exige a manutenção de sua integridade territorial.

"Fim de agosto", disse o negociador-chefe ucraniano, David Arahamiya, ao ser questionado pelo serviço de radiodifusão Voice of America sobre quando as conversas seriam retomadas. "Não queremos compartilhar nossos planos com os russos, mas acho que conduziremos uma contraofensiva em alguns lugares", acrescentou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários