Embaixadora dos Estados Unidos na ONU
Reprodução/ usun.usmission.gov
Embaixadora dos Estados Unidos na ONU

Representante dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Linda Thomas-Greenfield, disse que "está claro que [presidente da Rússia, Vladimir] Putin tem um plano para destruir e aterrorizar a Ucrânia". A declaração foi feita nesta segunda-feira (7), em mais uma reunião do Conselho de Segurança da ONU.


“Se as últimas duas semanas nos mostraram alguma coisa, é que o povo ucraniano não vai desistir. E muitos russos, incluindo muitos soldados russos, não querem essa guerra”, acrescentou Linda. Na avaliação dela, o  presidente russo está disposto a "sacrificar a vida de milhares de soldados para alcançar suas ambições pessoais".


O presidente americano, Joe Biden, já declarou que o desejo de Putin é restabelecer a  antiga União Soviética (URSS), bloco socialista que reunia Rússia, Ucrânia e outros 13 países.


Já Putin usa como argumento o interesse do governo ucraniano em fazer parte da Organização do Tratado do Atlântico do Norte (Otan), aliança militar do Ocidente, liderada pelos Estados Unidos e criada para se opor à extinta URSS.

Leia Também


Em meio a isso, o Kremlin iniciou o confronto armado contra a Ucrânia. Segundo a CNN Brasil, Linda disse que o governo estadunidense está "indignado com o aumento dos relatos de ataques de Moscou, prejudicando civis ucranianos em sua guerra não provocada e injustiçada". 



A embaixadora relatou que o representante polonês afirmou que a cada minuto cerca de 100 refugiados estão cruzando a fronteira para a Polônia. Em geral, o número de refugiados já passa de 1,7 milhão .

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários