Famílias ucranianas se dirigindo até a fronteira com a Polônia
Viktor Moskaliuk/UNICEF
Famílias ucranianas se dirigindo até a fronteira com a Polônia

Segundo dados atualizados e divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU) nesta segunda-feira (7), mais de 1,7 milhão de pessoas deixaram a Ucrânia após a invasão russa no dia 24 de fevereiro. 

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) até o momento são 1.735.068 refugiados, um aumento de 200 mil desde domingo (6). 

A perspectiva é que o número continue subindo com o desenrolar do conflito entre a Rússia e Ucrânia. Filippo Grandi, alto comissário da ONU para os refugiados, afirmou no último domingo que "esta é a crise de refugiados de crescimento mais rápido na Europa desde a Segunda Guerra Mundial".

Segundo a ONU, até quatro milhões de pessoas podem abandonar o país devido ao combate. O país que mais recebeu refugiados é a Polônia, com cerca de 1.027.603 pessoas. Em seguida está a Hungria (180.163 refugiados), Eslováquia (128.169), Moldávia (82.762) e Romênia (78.977).

De acordo com informações do Acnur, os dados da Rússia e da Bielorrússia não são atualizados desde o dia 3 de março.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários