Jack Cummings, ex militar que lutou no Afeganistão
Reprodução: Arquivo pessoal
Jack Cummings, ex militar que lutou no Afeganistão

O britânico Jack Cummings, veterano de guerra no Afeganistão , lamentou em seu perfil no Twitter que o Talibã tenha tomado o poder  no país. Cummings perdeu as duas pernas em uma explosão de bomba, além de vários companheiros na guerra.

O veterano e ex-engenheiro real, revelou ter sofrido ferimentos horríveis em um bombardeio, em 2010. Em uma de suas postagens ele desabafa dizendo que seus amigos "morreram em vão".

“Valeu a pena? Provavelmente não. Perdi minhas pernas por nada, me parece. Meus companheiros morreram em vão. Sim. No meu 11º Bangaversary, é muito sombrio. Muitas emoções passando pela minha cabeça, raiva, tristeza de traição, para citar alguns”, escreveu Jack.

Cummings diz estar muito triste ao ver o povo afegão em pânico , mas ele afirma que precisa se manter positivo. “Tudo o que posso fazer é me manter positivo, positivo, estou vivo quando 454 não chegaram em casa. Grato à minha equipe, a poderosa Equipe Pedra Amarela. Grato às incríveis enfermeiras e médicos”, contou.

O veterano concedeu uma entrevista à Sky News no último dia 16. Ele revelou estar "devastado" ao ver o país pelo qual lutou se “desfazer em fumaça”.

Cerca de 150 mil militares britânicos serviram no Afeganistão desde a invasão, após atos terroristas em 11 de setembro. Foram mortos 457 soldados durante a guerra. 

O Afeganistão foi completamente tomado pelo  Talibã no último dia 15, quando o movimento fundamentalista islâmico invadiu Cabul, capital do país. Desde então, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estima que cerca de  400 mil pessoas estejam em fuga no Afeganistão devido à tomada do poder pelo grupo extremista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários