Afegãos se agarram a aviões em Cabul
reprodução / Twitter
Afegãos se agarram a aviões em Cabul

Uma aeronave militar dos Estados Unidos transportou 640 pessoas a bordo, sendo que a capacidade "oficial" do avião é de cerca de 100 passageiros. O caso aconteceu após o governo americano decidir retirar todo seu pessoal do  Afeganistão após o domínio do  grupo fundamentalista Talibã, que tomou o controle de Cabul - capital do país - e outras cidades.

Leia também: Conheça o Talibã, grupo que voltou aos noticiários após a retomada de Cabul

De acordo com relatos publicados pela imprensa dos EUA, o avião operado pela Força Aérea dos EUA estava prestes a decolar rumo à base de al-Udeid, no Qatar, com alguns passageiros selecionados pelos americanos, na noite deste último domingo.

Desesperados, milhares de afegãos invadiram o aeroporto em busca de fuga. Centenas de pessoas se amontoaram no chão e nos aviões. Segundo o site Defense One, a tripulação “tomou a decisão de partir”, e cerca de 640 pessoas desembarcaram no destino final, em segurança. Inicialmente, falava-se em até 800 passageiros.

Até o momento, o Pentágono não se pronunciou sobre a operação. O "recorde" de passageiros em um avião de resgate pertence à empresa israelense El Al, que, em 1991, levou 1.088 pessoas a bordo de um Boeing durante a Operação Salomão, que transportou milhares de judeus etíopes para Israel.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários