PSDB sai em defesa de Anastasia

Por iG Brasília | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Partido emitiu nota ressaltando que "convicção de que a inocência do senador será evidenciada"

Em nota, o PSDB defendeu o senador tucano Antônio Anastasia (MG) e disse ter “a convicção de que a sua inocência será evidenciada”, por seu “proceder irretocável, em tantos anos de vida pública”. De acordo com a lista divulgada hoje pelo Supremo Tribunal Federal, Anastasia será o único tucano investigado pela corte. Embora o nome do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), também apareça na lista, as acusações contra ele foram arquivadas.

Leia também: Aécio e Henrique Alves estão entre os que tiveram investigação arquivada

Anastasia foi citado no inquérito da Lava Jato pelo policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como o “Careca”. Em depoimento prestado em novembro do ano passado, “Careca” disse ter entregado cerca de R$ 1 milhão do doleiro Alberto Yousseff a Anastasia, que disputava a reeleição ao governo de Minas Gerais em 2010.

Assinada pelo presidente nacional do PSDB e pelos líderes da sigla no Senado, Cassio Cunha Lima (PB), e na Câmara, Carlos Sampaio (SP), a nota afirma que o partido recebeu a divulgação da lista enviada ao Supremo Tribunal Federal com “a serenidade e a responsabilidade de um partido que sempre se dedicou à coisa pública com zelo e correção”.

Os tucanos dizem também que irão analisar todos os inquéritos abertos, “para definir os procedimentos a serem tomados a partir de agora, inclusive recorrendo aos Conselhos de Ética das duas casas do Congresso Nacional”.

Ao optar por inquéritos, Janot retarda punições e alivia tensão de políticos

Leia a íntegra da nota:

O PSDB recebe a divulgação da chamada “Lista do Janot” pelo Supremo Tribunal Federal com a serenidade e a responsabilidade de um partido que sempre se dedicou à coisa pública com zelo e correção.

Torna-se agora imprescindível a análise dos fatos que ensejaram os procedimentos instaurados e, tão logo esse exame seja feito, tomar as medidas necessárias em relação aos nomes divulgados.

Será analisado caso a caso, considerando os elementos já contidos nos inquéritos e a individualização das condutas para definir os procedimentos a serem tomados a partir de agora, inclusive recorrendo aos Conselhos de Ética das duas casas do Congresso Nacional.

No que se refere ao senador Antônio Anastasia, cuja história e trabalho só geraram benefícios ao Brasil, com exemplos de uma gestão eficiente e responsável, não obstante a surpresa com sua inclusão na relação, temos a mais absoluta certeza de que tudo será plenamente esclarecido. Por conhecermos o seu proceder irretocável, em tantos anos de vida pública, temos a convicção de que a sua inocência será evidenciada.

Neste momento, a melhor forma de nos dedicarmos à sua defesa é termos nossas atenções voltadas à análise dos fatos para que possamos dar, o quanto antes, as respostas que o país espera, com ansiedade, sobre a lisura de suas ações.

Senador Aécio Neves – presidente nacional do PSDB

Senador Cassio Cunha Lima – líder do PSDB no Senado Federal

Deputado Carlos Sampaio – Líder do PSDB na Câmara dos Deputados

Leia tudo sobre: Operação Lava JatoAntônio AnastasiaPSDB

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas