Milhares de chineses homenageiam Mao Tsé-tung no dia de seu nascimento

Enquanto Ocidente celebra o Natal, a China lembra todos os anos fundador da República Popular, que nasceu em 26 de dezembro de 1893

EFE |

Dezenas de milhares de chineses visitaram na segunda-feira Shaoshan, o povoado natal do líder comunista Mao Tsé-Tung, e outros fizeram o mesmo no mausoléu onde repousa seu corpo embalsamado, na Praça da Paz Celestial, para celebrar o 118º aniversário de seu nascimento, informou nesta terça-feira a imprensa oficial chinesa.

AP
Foto de 25 de dezembro de 2011 mostra dançarinos vestidos como soldados do Exército Vermelho se apresentando em Pequim pelo 11º aniversário de Mao Tsé-tung
Enquanto no Ocidente é celebrado o Natal, a China lembra todos os anos o líder comunista fundador da República Popular, que nasceu em 26 de dezembro de 1893 no povoado de Shaoshan, em Hunan.

Por esse motivo, na segunda-feira o mausoléu no centro da Praça da Paz Celestial, em Pequim, esteve aberto ao público, apesar de normalmente ficar fechado no primeiro dia da semana para trabalhos de manutenção, segundo a agência de notícias Xinhua.

Leia também: Partido Comunista chinês completa 90 anos sem dar sinais de fadiga

Os visitantes passaram respeitosos ao redor da urna de vidro onde se encontra os restos mortais de Mao e depositaram flores na entrada do local. Em Shaoshan, povoado que praticamente vive do turismo em torno do líder nascido ali, a Xinhua destacou que o número de visitantes era duas vezes maior que o registrado em dias normais.

A agência também informou que nos hotéis e restaurantes os turistas puderam comer macarrão de graça, já que esse alimento é símbolo de longevidade e, por isso, costuma ser consumido em dias de aniversário.

Mao, que no Ocidente é visto como um dos piores ditadores do século 20, é muito venerado na China, apesar de o período da Revolução Cultural ter sido um dos mais desastrosos da história contemporânea do país.

Para muitos nostálgicos, que às vezes levam insígnias do 'Grande Timoneiro' em sua roupa ou como decoração de seus automóveis, Mao é símbolo de uma época na qual havia mais idealismo na China, em contraste com o momento atual do país, no qual sobressaem o enriquecimento a todo custo e o pragmatismo.

    Leia tudo sobre: chinamao tsé tung

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG