Filho de jogador de basquete, papa Francisco torce para o San Lorenzo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Quando cardeal, Jorge Bergoglio adquiriu carteira de sócio da equipe e, durante visita ao clube, ganhou camiseta e flâmula; argentino foi anunciado sucessor de Bento 16

A Igreja Católica anunciou nesta quarta-feira (13) o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como o seu novo papa, Francisco. Jesuíta e primeiro pontífice da América Latina, o novo papa possui fortes laços com o esporte. Isso por que ele é filho de um ex-jogador de basquete e torce pelo Club Atlético San Lorenzo de Almagro.

Habemus papam: Argentino Bergoglio é eleito papa e adota nome de Francisco 1º

Fumaça branca sai da Capela Sistina: Igreja tem novo papa

AP
Carteirinha de sócio do time de futebol San Lorenzo de Almagro pertencente ao então cardeal Jorge Bergoglio

Quarta de manhã: Fumaça preta indica que Igreja segue sem papa

Terça-feira: Primeira votação de conclave termina sem eleição de novo papa

Francisco visitou o time do coração enquanto cardeal e foi presenteado com uma camisa e uma flâmula da equipe. Além disso, o novo papa adquiriu uma carteira de sócio do time, que foi 14 vezes campeão nacional. Sua paixão pela equipe surgiu na infância, quando frequentava o clube enquanto seu pai jogava basquete.

Em 16 de março de 2008, Bergoglio fez sua última visita aos Corvos, que comemoravam os 100 anos do clube. Na ocasião, o cardeal foi convidado para celebrar a missa em alusão ao centenário e prometeu ajudar os dirigentes azulgranas no combate à violência no esporte.

Fórmula: Como é feita a fumaça que sai da chaminé da Capela Sistina no conclave?

O anúncio de que os 115 cardeais reunidos desde terça haviam elegido o novo pontífice foi dado às 19h10 locais (15h10 de Brasília), após cinco rodadas de votação no conclave na Capela Sistina. Além da fumaça, badalos do sino ecoaram no Vaticano para que não restassem dúvidas de que o novo papa já havia sido escolhido.

A chaminé da Praça de São Pedro serve como um indicativo para os fiéis - se a fumaça sai preta, significa que os cardeais não escolheram um novo papa. Mas, se sai branca, quer dizer que o novo papa foi eleito. O pontífice escolhido atingiu uma maioria de dois terços (no mínimo, 77 votos).

Scherer vs. Scola: Antes da fumaça, disputa fica entre romanos e reformistas

Os cardeais votaram duas vezes na manhã desta quarta e mais duas à tarde, após a primeira votação inconclusiva de terça no conclave para eleger o sucessor de Bento 16, que surpreendeu o mundo no mês passado ao se tornar o primeiro papa em quase 600 anos a renunciar.

Antes do anúncio do novo papa, os nomes mais cotados eram do cardeal Angelo Scola, italiano tido como favorito entre aqueles que pretendem modificar a poderosa burocracia do Vaticano, e do cardeal brasileiro Odilo Scherer, tido como favorito pelos burocratas internos do Vaticano que querem preservar seu status quo. Outros nomes apontados incluíam o do canadense Marc Ouellet, que chefia a Congregação para os Bispos; e o cardeal americano Timothy Dolan.

Veja imagens da trajetória do cardeal Jorge Bergoglio, eleito papa:

Papa Francisco coloca suas vestes de papa após anúncio de seu nome na varanda da Basílica de São Pedro, no Vaticano, em 13 de março de 2013. Foto: APCardeal argentino Jorge Bergoglio fala com fiéis do lado de fora da Igreja de San Cayetano em Buenos Aires em 7 de agosto de 2009. Foto: APCardeal argentino Jorge Bergoglio realiza missa do lado de fora da Igreja San Caetano em Buenos Aires em 7 de agosto de 2009. Foto: APEntão papa Bento 16 aperta as mãos do arcebispo de Buenos Aires Jorge Bergoglio em 13 de janeiro de 2007. Foto: APCardeal argentino Jorge Bergoglio celebra missa em honra ao papa João Paulo 2º na Catedral de Buenos Aires, em 4 de abril de 2005. Foto: APFoto dos anos 1950 mostra Jorge Mario Bergoglio, direita, posa com colegas de escola preparatória em Buenos Aires, Argentina. Foto: AP

Infográfico: Saiba como funciona o conclave para escolha do novo papa

A aposentadoria quase sem precedentes de Bento 16 provocou tumulto na Igreja e expôs a divisão profunda entre os cardeais - aqueles que queriam um papa que purificasse a burocracia disfuncional do Vaticano e aqueles que preferiam um pastor que pudesse inspirar os católicos em um tempo de crescente secularização.

Em sua primeira bênção como papa, Francisco, da varanda da Basílica de São Pedro afirmou: "Antes de abençoá-los, porém, quero que vocês orem e peçam que Deus me abençoe". Antes, ele pediu uma oração a Bento 16, papa emérito. "Parece que meus irmãos cardeais foram quase buscar (um novo papa) no fim do mundo", brincou.

Com informações da Gazeta

Leia tudo sobre: conclavepapabergogliovaticanopapa francisco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas