As frases de Wando

Eu distribuo calcinhas e recebo, tenho uma coleção muito grande, de todas as formas, jeito, cores e tamanhos

iG São Paulo |

Flavio Moraes/Fotoarena
O cantor Wando: obsessão por calcinhas
O cantor Wando morreu nesta quarta-feira (08), aos 66 anos, vítima de uma parada cardíaca. Abaixo, veja algumas frases ditas pelo artista.

"O relacionamento masculino é uma coisa válida. Não por ter aderido, mas porque eu tenho amigos que vivem esse tipo de coisa." – em entrevista ao Estado de S.Paulo em 2007

"Uma calcinha de cabeça para baixo vira uma tenda, não é? Coloquei uma calcinha na capa do disco e essa coisa fez tanto sucesso que até hoje eu não consigo tirar do show. Eu distribuo calcinhas e recebo, tenho uma coleção muito grande, de todas as formas, jeito, cores e tamanhos." – sobre o disco "Tenda dos Prazeres" (1990), em depoimento no seu site

"Teve uma época em que eu botava uma banheira no palco, eu botava uma mulher nua no palco. Eu sempre gostei desses negócios.” – em depoimento no seu site

"Sou como um ator, Até porque eu estaria morto se fosse mesmo assim. É um personagem. É normal que as pessoas pensem que eu sou desse jeito, mas não deixo que as pessoas alimentem muito essa imagem.” – em entrevista ao Estado de S.Paulo em 2007

“Quando as pessoas falam de brega, sempre se referem a uma coisa ruim. Então eu brigo por isso. Agora, eles até quiseram colocar o brega como uma coisa bacana, mas eu acho que é uma forma de pedir desculpa, e isso é mau. Se for ver, você tem que chamar o Chico Buarque de brega, a Maria Bethânia, o Caetano Veloso, o Gilberto Gil. Eles gravaram as músicas que a gente grava. Eles gravam melhor? Não. Isso foi uma coisa cruel que eles fizeram.” – em entrevista ao Estado de S.Paulo em 2007

    Leia tudo sobre: Wandomúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG