Com 10 trocas de roupa e 2 horas de show, Beyoncé abre turnê em Fortaleza

Por iG São Paulo , por Daniel Herculano, especial para o iG, em Fortaleza | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cantora norte-americana passará ainda por Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília

Com duas horas de show, dez trocas de roupas, efeitos pirotécnicos e uma coleção de sucessos, Beyoncé iniciou a turnê brasileira, no estádio Castelão, em Fortaleza, no domingo (dia 8).

Após o Ceará, a cantora passará por Belo Horizonte (estádio Mineirão) no dia 11, pelo Rock in Rio  no dia 13, por São Paulo (estádio Morumbi) no dia 15 e fecha a passagem pelo País em Brasília (estádio Mané Garrincha) no dia 17.

Divulgação
Beyoncé em Fortaleza

Sempre muito sexy e com uma big band (formada exclusivamente por mulheres) que impressiona pelo ritmo e entrosamento, Beyoncé cantou em cima de um piano, e agradou seu público ao se aproximar para saudá-los: “Fortaleza!”

Ás 20h45 (15 minutos de atraso), Beyoncé subiu ao palco para delírio do público presente. “Run the World (Girls)” abriu a festa para um estádio parcialmente tomado pelo público, que iluminava a noite com seus celulares e máquinas digitais. O público, predominantemente LGBT, se jogou entre brilhos e muitas luzes.

Público

O público não parou um minuto, energizado pela apresentação magnética de Beyoncé. Contudo, eram visíveis os vazios na Arena Castelão. Com capacidade para 50 mil pessoas, ingressos a preços bem mais baratos eram vendidos num site de compra coletiva a menos de uma semana do show. Os setores de pista premium (por R$ 140), e cadeira superior (por R$ 80) foram vendidos com 50% de desconto. Pouco antes do início do show, a produção do evento revelou que o público estimado foi de 35 mil presentes.

“Que show incrível, estou super-inspirado... Ela canta muito, e isso importa mais do que qualquer efeito especial do show – por isso ela canta de maiô” disse o cantor Daniel Peixoto. O governador do Estado, Cid Gomes, também estava no show.

A cantora puxou o cover de “I Will Always Love You” (de Dolly Parton, mas imortalizado por Whitney Houston) a capela, para depois emendar com “Halo”. O público, já entorpecido, se esvaía em gritos e palmas, enquanto tentava acompanhar a letra. Para os maiores sucessos, como “Crazy in Love” e “Single Ladies”, uma contagem regressiva animou o plateia. Como novidade, a cantora apresentou o single “Grow Woman”.

Com sua performance elétrica, coreografias repetidas pela audiência e um mise-en-scéne impressionante, a diva norte-americana conquistou a todos os presentes. A cantora encerrou o show de forma elegante ao agradecer a presença do público, sua banda e sua equipe e finalizou com “Vocês são lindos, até a próxima e que Deus abençoe a todos vocês”.

Divulgação
Beyoncé em Fortaleza

Homenagem

Amigos do fotógrafo André Salgado, morto no último dia 25 de maio, se organizaram para uma homenagem. O profissional era fã declarado da cantora e havia programado viagem para assistir ao show de Beyoncé no Rock in Rio 2013. Foi enviada uma carta para a Arte Produções, produtora do evento, endereçada à equipe da cantora, com uma camisa que o homenageava e pedido de músicas, entre elas “I Miss You”, “I Was There”, “Halo” e a cover “I Will Always Love You”. A homenagem veio tímida, mas veio. No refrão de “Halo”, a cantora soltou um “I Can See Your Halo (André)”.

Acesso

Os namorados Rodrigo Nemer e Maíra Ary elogiaram a estrutura do evento, a segurança e principalmente o acesso à Arena Castelão. "Diferentemente do show do Paul McCartney, hoje não tivemos problema nenhum na chegada. Saímos de casa por volta de 18h10 e antes das 19h já estávamos aqui" exaltou Nemer.

O show também proporcionou momentos inesquecíveis para 10 crianças de Fortaleza. Provenientes da sede local da Central Única das Favelas (CUFA), os jovens tiveram o privilégio de visitar os bastidores do show, conheceram a equipe de palco e, por fim, tiveram um encontro com a estrela. Isabelle Cristina, 13 anos, que participa do programa cultural de dança da CUFA e do projeto Estrelas da Rua, não escondeu a emoção, traduzida em lágrimas e soluços. “Nunca me esquecerei desse momento, todo o carinho e a atenção que tive. A única coisa que consegui fazer foi chorar... Se eu pudesse ia embora com ela.”

Manifestação

Os moradores das proximidades do Castelão fizeram uma manifestação sobre os constantes atropelamentos na região por volta de 14h. Queimaram pneus e tentaram parar o trânsito na avenida Alberto Craveiro. Mas após cerca de meia-hora, a polícia dispersou a população.

Entrevista

O primeiro show da tour The Mrs. Carter no Brasil, em Fortaleza, também proporcionou o primeiro encontro de Beyoncé com a imprensa. Vestida à vontade, de short jeans que favorecia suas pernas e uma camiseta bem confortável, a diva pop esbanjou simpatia ao responder três perguntas já pré-determinadas pela produção, antes do show.

“Meu sonho sempre foi conciliar a minha carreira com a maternidade e isso é muito difícil para qualquer mulher, importante conseguir esse equilíbrio de artista e mãe. É a primeira tour no qual minha filha me acompanha, por isso eu fico muito, muito feliz mesmo de poder oferecer outras culturas e outros hábitos para ela”.

Sobre o Brasil, Beyoncé disse que é "um dos meus lugares preferidos, pelo espírito e pela paixão que o povo tem. Estou me sentindo muito feliz e sinto que não estou trabalhando. Estar em tour no Brasil é como estar de férias”.

A cantora falou ainda que os shows da atual turnê são os mais "poderosos que já fiz. Eu nunca vi um show com mais luzes no mundo. Eu misturo dança moderna, Broadway, balé e poder vocal. Mas a maior energia vem do público”.

Leia tudo sobre: beyoncémúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas