Críticos de Nova York escolhem ‘Trapaça' como melhor filme do ano

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Premiação que antecede a corrida para o Oscar elegeu Cate Blanchett e Robert Redford como melhores atores

Reuters

O Círculo de Críticos de Cinema de Nova York escolheu nesta terça-feira (3) "Trapaça" (American Hustle), filme sobre trapaceiros forçados a colaborar com o FBI nos anos 1970, como o melhor de 2013 e concedeu seus principais prêmios de interpretação para Robert Redford e Cate Blanchett, na primeira das premiações que antecedem a corrida para o Oscar.

Imagem do filme 'Trapaça'. Foto: Reprodução/FacebookImagem do filme 'Trapaça'. Foto: Reprodução/FacebookImagem do filme 'Trapaça'. Foto: Reprodução/FacebookImagem do filme 'Trapaça'. Foto: Divulgação/FacebookImagem do filme 'Trapaça'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Trapaça'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Trapaça'. Foto: Divulgação/FacebookImagem do filme 'Trapaça'. Foto: Divulgação

O cineasta britânico Steve McQueen ganhou o prêmio de melhor diretor por "12 Years a Slave", um drama histórico sobre um homem negro livre vendido como escravo, baseado nas memórias de Solomon Northup, de 1853.

Saiba mais: Cate Blanchett brilha e Woody Allen volta à relevância em "Blue Jasmine"

A premiação nova-iorquina posiciona o diretor David O. Russell, de "Trapaça", que estreará nos cinemas dos Estados Unidos no fim deste mês, e "12 Years a Slave", ganhador do prêmio principal deste ano no Festival Internacional de Cinema de Toronto, como os primeiros candidatos na disputa pelos prêmios da Academia de Hollywood.

Redford foi escolhido o melhor ator por seu desempenho no drama de sobrevivência "All is Lost" e Cate, o de melhor atriz por sua interpretação de uma ex-socialite usuária contumaz de remédios que tem de lidar com a queda de seu status no filme "Blue Jasmine", de Woody Allen.

Siga o iG Cultura no Twitter

Jared Leto levou o prêmio de ator coadjuvante pela interpretação de um transexual soropositivo que ajuda a contrabandear medicamentos não aprovados nos EUA pra pacientes com aids, no filme "Dallas Buyers Club".

Jennifer Lawrence, ganhadora do Oscar de melhor atriz por "O Lado Bom da Vida", foi escolhida a melhor atriz coadjuvante pelo papel de uma dona de casa entediada em "Trapaça".

Leia tudo sobre: prêmiocríticosNYnova yorktrapaçacate blanchettrobert redforddavid o. russell

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas