Santuário de Aparecida deve receber 100 mil fiéis neste feriado

Na comemoração do dia da padroeira do Brasil, fiéis lotam maior templo mariano do mundo desde a madrugada

iG São Paulo |

Nesta quarta-feira, dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, mais de 100 mil fiéis são esperados no Santuário Nacional de Aparecida, maior tempo mariano do mundo. As pessoas vão à cidade do Vale do Paraíba, em São Paulo, para acender velas, fazer procissões e acompanhar a missa solene.

A movimentação no Santuário é intensa desde a madrugada, sendo que alguns romeiros inclusive dormiram nos corredores do local na noite de terça-feira (11) para hoje. De acordo com a Polícia Militar, até as 17h, 150 mil pessoas já tinham passado por Aparecida. Nenhuma ocorrência grave foi registrada, apenas casos de furtos e perda de documentos.

A missa solene foi celebrada às 10h, teve a participação de 35 mil pessoas e foi presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência da Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno Assis. Em sua homilia, Dom Raymundo saudou Immaculèe Ilibagiza, sobrevivente de um genocídio ocorrido em Ruanda, em 1994.

Leia também: Marcha contra a corrupção é realizada em Brasília neste feriado

Dom Damasceno recordou o encontro da Imagem da Virgem de Aparecida nas águas no Rio Paraíba do Sul e destacou que, desde outubro de 1894, os Missionários Redentoristas zelam pela Pastoral do maior Santuário mariano do mundo. Ele também condenou a corrupção política no País e convocou os brasileiros a denunciarem. "Não podemos concordar com nenhuma forma de corrupção, pois os recursos são da população", afirmou. "A Igreja pede que as denúncias sejam investigadas", apelou. De acordo com o cardeal, as redes sociais estão exercendo um importante papel na mobilização contra a corrupção e criticou os deputados. "O Congresso está fazendo mais uma reforma eleitoral do que política".

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sua esposa, Lu Alckmin, e o ex-governador José Serra acompanharam a celebração. O governador comentou as recentes denúncias de corrupção feitas pela mídia. Segundo ele, se o País não apressar uma reforma política, a situação pode piorar. "O modelo atual leva a distorções muito graves", afirmou.

Movimento na Dutra

O motorista que vai para a Basílica Nacional encontra tráfego normal pela Rodovia Dutra. A concessionária que administra a via, a CCR Nova Dutra, pede atenção, no entanto, ao movimento de romeiros na estrada.

Mesmo não recomendando a romaria pela rodovia, a CCR colocou faixas em pontos estratégicos para alertar os motoristas com os dizeres “Motoristas, atenção! É época de romarias a pé pela rodovia”. Além disso, folhetos com seis dicas de segurança estão sendo entregues aos romeiros. Entre as dicas, estão: andar no sentido contrário ao trânsito, caminhar apenas durante o dia e usar roupas claras, com faixas refletoras.

* Com informações da AE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG