Fotos e vídeos mostram momentos logo após os desmoronamentos

Fumaça de poeira, correria e movimentação dos bombeiros foi registrada por cinegrafistas amadores

iG Rio de Janeiro |

Logo após dois prédios e um sobrado ruírem, na noite desta quarta-feira (25), pessoas que passavam pelo local registraram em celulares e câmeras os momentos que se seguiram. Uma imensa fumaça de poeira tomou conta da praça da Cinelândia, localizada em frente ao local dos desabamentos.

Momento da queda: Câmera revela correria e nuvem de poeira em desmoronamento no Rio

Um cinegrafista amador filmou o local logo após o desmoronamento. Em um certo momento, ele relatou: "Olha só, o prédio ao lado está tremendo. Pode ser que caia também. Vamos sair daqui", disse o internauta que usa o nome Ficcionais, no YouTube.

Elias de Oliveira, que passava pelo local, capturou os momentos que se seguiram à queda de três prédios na região da Avenida Treze de Maio, no Centro do Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (25). Elias estava em um bar na Cinelândia e começou a filmar quando a poeira baixou. 

Já as Imagens feitas pelo cinegrafista amador Lael Previtali mostram a fumaça de poeira cobrindo uma rua próxima ao desabamento de prédios. Ele realizou a filmagem de uma janela próxima à esquina das avenidas Almirante Barroso e 13 de Maio, no centro do Rio de Janeiro, logo após três prédios desabarem.

Vídeo registra correria após desabamento de prédios no Rio. O cinegrafista Leandro Moraes gravou a aproximação de curiosos com a câmera de seu celular. Logo em seguida, em meio à nuvem de poeira, há intensa correria. Até este momento, o Corpo de Bombeiros ainda não havia isolado a área.


Antes e depois: Veja o local onde prédios desabaram no centro do Rio de Janeiro

Depoimentos:

‘Era um homem batalhador’, diz amigo de infância sobre vítima de desabamento
“Quem crê em Deus tem esperança”, diz parente de desaparecido
'Não quero acreditar que perdi o amor da minha vida', diz namorada de vítima
'Voltei para o elevador e foi queda livre', conta sobrevivente
"Chances de encontrar sobreviventes são mínimas", diz bombeiro
'Lembrei do 11 de setembro', afirma sobrevivente
'Me salvei porque fui comprar refrigerante', diz sobrevivente
'Prédio afundou como se fosse de papel'
Rebocos se desprenderam da fachada de prédio, diz testemunha
'A gente vê pessoas morrerem e não pode ajudar', diz testemunha de desabamento

Veja também a galeria de fotos

    Leia tudo sobre: prédiosresgatecentrodesabamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG