PM realiza operações nos Complexos do Alemão e da Penha

Objetivo é substituir Exército em cinco comunidades para a implantação de UPPs

iG Rio de Janeiro |

Policiais militares realizam uma operação para substituir as tropas do Exército nas comunidades da Grota, Baiana, Central, Mineiros e Pedra do Sapo, localizadas nos Complexos do Alemão e da Penha, na zona norte do Rio.

A ação teve início ainda durante a madrugada desta quinta-feira (26) e faz parte de um cronograma para implantar oito UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) na região até o final de junho deste ano.

Até as 16h, os PMs apreenderam material para instalação de TV a cabo clandestina (gatonet) no morro da Baiana, prenderam dois suspeitos e recolheram em uma casa no Alemão R$ 2.271 em espécie (sendo R$ 2.180 em cédulas e R$ 91 em moedas), 115 sacolés de cocaína de R$ 5, 52 sacolés de cocaína, 61 pinos de cocaína de R$ 15 e outros 108 de R$ 10, 27 sacolés de crack de R$ 10, dois cadernos de anotações e duas mochilas.

Policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) são os responsáveis pela troca de tropas, que ocorre sem confrontos com possíveis traficantes da região.

Leia também : Chefões do tráfico fazem nova divisão de áreas em favelas ocupadas pelo Exército

Participam também da operação policiais militares do Batalhão de Ações com Cães (BAC), do Batalhão de Campanha, do Grupamento Aero-Marítimo (GAM) e do 22º BPM (Maré). Agentes da Coordenadoria de Inteligência (CI) da PM vão cumprir mandados de prisão nas duas localidades.

Ações de policiamento e revista à procura de criminosos também estão sendo realizadas. A PM solicita aos moradores para andarem com documentos de identificação. Já aos motoristas e motociclistas serão solicitados os documentos de propriedade de seus veículos, bem como a Carteira Nacional de Habilitação em dia. No caso das motos, também será exigido o uso de capacete.

O Batalhão de Choque e o Bope solicitam que sejam feitas denúncias de locais com drogas, armas ou criminosos pelos telefones 2332-8486 (BPChoque) e 2334-3983 (Bope). Os moradores também podem recorrer ao Disque-Denúncia, pelo telefone 2253-1177.

A Polícia Militar iniciou no dia 27 de março deste ano a substituição do Exército no processo de pacificação do Complexo do Alemão e da Penha . Homens do BOPE e do Batalhão de Choque começaram a ocupar as favelas Nova Brasília e Fazendinha, cujas sedes das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) foram inauguradas no dia 18 de abril.

Outras ações

Além das operações nos complexos do Alemão e da Penha, a PM realizou incursões em várias outras comunidades nesta quinta-feira

Em Parada de Lucas, na zona norte, quatro pessoas foram presas e com elas foram apreendidas uma pistola, uma metralhadora e drogas ainda não contabilizadas. No Engenho da Rainha, na mesma região, um homem foi preso com uma pistola.

Na favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste, um homem foi preso e um menor apreendido. Também foram encontrados em uma casa na comunidade, 17 pacotes de cocaína, com mais de 100 cápsulas em cada pacote e um fuzil.

Na favela da Metral, na Vila Kennedy, também na zona oeste, um menor foi apreendido com drogas ainda não contabilizadas.

No Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, três homens foram presos e um menor apreendido. Com o adolescente, a PM encontrou uma pistola .40, 459 pedras de crack, 242 sacolés de cocaína e dois rádios transmissores. Pelo menos 12 motocicletas foram apreendidas e três recuperadas.

    Leia tudo sobre: exércitoCOMPLEXO DO ALEMÃOUPPS

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG