Mulher de vereador invade Câmara na Bahia para ameaçar vereadora

Esposa invadiu plenário para acusar vereadora de querer destruir seu casamento

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Estou pagando um preço alto por ter me envolvido com alguém completamente diferente do meu mundo, do meu berço”, diz vereadora

Uma briga conjugal foi parar no plenário da Câmara de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. A mulher de um vereador invadiu a Casa na última segunda-feira (26) para acusar uma vereadora, ex-noiva do marido, de querer destruir seu casamento.

Leia também: Em Feira de Santana, detentos tentam esconder celulares em curativo gigante

A confusão foi promovida pela mulher do vereador Ewerton da Costa (PTN), conhecido como pastor Tom. Ela invadiu o plenário para cobrar satisfações da vereadora Cíntia Machado (PSL).

Os vereadores namoraram por dois anos e chegaram a ficar noivos, mas terminaram o relacionamento neste ano. Costa depois voltou para a mulher, de quem estivera separado durante o namoro com a colega de Câmara.

Divulgação
Ewerton da Costa (PTN), conhecido como pastor Tom: primeiro, ele trocou a mulher por vereadora. Depois, trocou a vereadora pela ex-mulher
Pessoas que estavam no plenário contiveram a mulher e impediram que agredisse a vereadora. Ela acusa Machado de manter negócios com o marido. Houve aglomeração na área externa da Câmara e a vereadora foi prestar queixa na Delegacia da Mulher.

O vereador Costa não foi localizado pela reportagem para comentar o caso no final da manhã desta quarta-feira (28). A vereadora Machado comentou o episódio da tribuna da Câmara na terça-feira (27) e disse que não falaria com a imprensa.

No pronunciamento, classificou o caso como “triste e lamentável” e disse que o vereador e ex-namorado, que estava na Câmara no momento da confusão, foi omisso . “Estou pagando um preço alto por ter me envolvido com alguém completamente diferente do meu mundo, do meu berço”, disse.

A vereadora criticou a mulher do colega e disse que irá processá-la por calúnia, difamação e danos morais. Também pediu que ela seja proibida de entrar da Casa. O presidente da Câmara de Feira de Santana, Antônio Francisco Neto (DEM), lamentou o episódio.

    Leia tudo sobre: pastor tombahiafeira de santana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG