EUA sugerem que americanos adiem viagens para a Bahia

Comunicado da embaixada norte-americana alerta para a ocorrência de saques, bloqueios em ruas e arrastões

iG São Paulo |

A embaixada dos Estados Unidos, por meio de um comunicado, alerta os cidadãos americanos para a greve da Polícia Militar na Bahia e sugere que as pessoas adiem viagens para o Estado. O governo dos EUA afirma que não houve relatos de violência contra norte-americanos, mas aconselha que todos acompanhem as reportagens sobre as condições de segurança na Bahia.

Escudo: Grevistas utilizam quinze crianças como escudo humano

Coluna: A violência não é um problema novo para a Bahia

Proposta: Policiais em greve recusam proposta de reajuste do governo

A greve ocorre desde o dia 1° e faltando 11 dias para o feriado de carnaval. Salvador é uma cidade muito procurada por estrangeiros nessa época do ano.

O comunicado da embaixada ressalta ainda a presença do Exército no Estado, além de “relatos de saques em lojas, bloqueios de ruas e estradas importantes e arrastões”. Os norte-americanos que moram no Brasil ou viajam pelo País são instruídos a fazer um cadastro na embaixada americana para receberem informações.

Cerco

Nesta segunda-feira, soldados do Exército, da Força Nacional e da Polícia Federal, além de militares da Tropa de Choque e do grupo de operações especiais, ocuparam os entornos da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador . O local é utilizado pelos grevistas e suas famílias desde o primeiro dia da greve.


    Leia tudo sobre: greve da pmbahiasaquessalvadorembaixada dos euaviagem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG