Lula ataca Bolsonaro em reunião com catadores:
Reprodução/Ricardo Stuckert
Lula ataca Bolsonaro em reunião com catadores: "Vai sair de mansinho"

ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) esteve presente na última quarta-feira (22) no evento 'Natal dos Catadores', em São Paulo. A reunião é organizada anualmente pelo Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável e, nele, o metalúrgico aproveitou sua fala para atacar o atual chefe do Executivo federal.

"Não adianta dizer que vai criar caso e que não vai sair. Vai sair de mansinho, é o povo brasileiro quem vai dar um golpe nele", afirmou Lula ao se referir a Bolsonaro. O petista ressaltou que o atual presidente "mente cinco vezes por dia" e que passou a "mentir mais" pois está "caindo nas pesquisas".

A fala de Lula refere-se às  últimas pesquisas eleitorais que indicam uma vitória do metalúrgico contra qualquer adversário no segundo turno. Em contrapartida, Bolsonaro perde de todos os candidatos. O presidente, inclusive, descredibilizou as pesquisas eleitorais em sua passagem pelo Guarujá.

"Não é só uma crise econômica, de falta de emprego, de falta de comida [que o Brasil vive]. É uma crise de falta de respeito, de solidariedade, de carinho, de afeto, de amor, é uma crise de transmissão de ódio", opinou o ex-presidente.

Uma das soluções para o Brasil retomar o crescimento, na visão de Lula, seria a de "colocar o rico no imposto de renda e o pobre no orçamento".

filiação do ex-juiz Sergio Moro (Podemos) e do ex-procurador Deltan Dallagnol - que participaram da Operação Lava Jato - também foi alvo de críticas por parte do petista.


"Um juiz e um procurador resolveram que seriam donos do país, eles passaram a invadir a casa de todo mundo, queriam invadir o Congresso Nacional. Político era tudo ladrão, e essa gente agora virou tudo político, engraçado, né?"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários