Governador João Dória Jr (SP)
Agência Brasil
Governador João Dória Jr (SP)

Em um jantar em Brasília, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) , disse que "não vai dar paz" para o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ao falar sobre as eleições de 2022, na noite dessa terça-feira (14).

Doria foi recebido com um jantar na casa de Izalci Lucas, senador do Distrito Federal pelo mesmo partido, e ensaiou um primeiro discurso de campanha para unificar a sigla antes das eleições.

"Lula e Bolsonaro que se cuidem, não vou dar paz para eles. Enquanto eles dormem, nós trabalhamos", disse Doria durante o jantar, segundo apuração do jornalista Guilherme Amado , do Metrópoles . No discurso, ele destacou os feitos como governador e reforçou um crescimento econômico previsto para o estado ainda neste ano.

"Vocês vão ver o que é garra e determinação. Vou rodar o Brasil nessa campanha gastando sola de sapato", afirmou Doria. O jantar também contava com diversos integrantes do PSDB que apoiaram o governador gaúcho Eduardo Leite durante as prévias da legenda , de acordo com o jornal.

Pesquisa

Segundo pesquisa presidencial do Ipec divulgada na noite de ontem , em um primeiro cenário, Lula aparece com 48% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro, com 21%, Sergio Moro, com 6%, e Ciro Gomes, com 5%. Doria tem 2% das intenções de voto e empata com o deputado federal André Janones, do Avante.

Em um segundo cenário — com menos nomes disponibilizados aos entrevistados — Lula lidera com 49% das intenções de voto, seguido de Jair Bolsonaro, com 22%, Sergio Moro, com 8%, Ciro Gomes, com 5%, e Doria, com 3%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários