Doria perde processo contra vereador que o apelidou de 'Pinóquio'
Reprodução
Doria perde processo contra vereador que o apelidou de 'Pinóquio'

governador de São Paulo, João Doria (PSDB), perdeu um processo movido contra o vereador Camilo Cristófaro (PSB). O tucano acusou o parlamentar de danos morais após ser classificado como "Pinóquio" e, com isso, terá de arcar com R$ 7.500 de honorários advocatícios do vereador.

Na ocasião, Camilo publicou uma série de vídeos e "memes" comparando o governador ao personagem infantil conhecido pelo seu nariz que cresce quando uma mentira é contada.

A ação movida contra o parlamentar exigia uma indenização de R$ 50 mil. Doria alegou que Cristófaro excedeu os limites da liberdade de expressão e, com isso, causou descrédito do governador para com a população paulista.

Galdino Toledo Júnior, desembargador e relator do processo, afirmou na sua decisão que "fica evidente nos vídeos que o intuito do vereador é o de empregar sátira e humor para expressar seu descontentamento e discordância com as medidas implantadas em São Paulo para a contenção da pandemia".


Segundo o jornalista Rodrigo Gentile, ainda há a possibilidade do governador de São Paulo recorrer da decisão judicial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários