Governador do Rio Grande do Sul, em coletiva de imprensa sobre as prévias do PSDB
Reprodução/ CNN Brasil
Governador do Rio Grande do Sul, em coletiva de imprensa sobre as prévias do PSDB


Após ver a união de João Doria e Arthur Virgílio, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse que a suspensão das prévias do PSDB serviu para mostrar que seus adversários, na verdade, atuam de forma conjunta. Desde o problema que suspendeu a votação no domingo (21), o  governador de São Paulo e o ex-prefeito de Manaus têm assinado notas em parceria e realizaram até uma  coletiva de imprensa juntos nesta terça-feira (23).


"Esse episódio deixou claro que sempre foi uma candidatura em duas", alfinetou Leite, em coletiva de imprensa que realizou sozinho nesta noite. Na ocasião, ele até brincou com os nomes dos adversários, se referindo a eles como João Virgílio e Arthur Doria.



Oficialmente, os três disputam o posto de representante do PSDB na eleição presidencial. Mas, na prática, os candidatos com chance de vitória são Leite e Doria.


Conclusão das prévias

Mais cedo, a Executiva Nacional do PSDB anunciou  a contratação da Relata Soft para concluir a votação das Prévias até o fim de semana. A empresa é especialista em sistemas eleitorais e entra no processo após as equipes da Faurgs (Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul) não identificarem as falhas no aplicativo de votação, que impediram a conclusão do pleito no último domingo (21).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários