De olho nas eleições, senadores do Podemos começam a escolher equipe para Moro
Reprodução
De olho nas eleições, senadores do Podemos começam a escolher equipe para Moro

A equipe para trabalhar na  campanha de Sergio Moro à presidência já começou a ser escolhida, em especial, pelos senadores Álvaro Dias e Oriovisto Guimarães, ambos representantes do Paraná. Os dois senadores são do Podemos, partido que Moro acabou de se filiar.

Enquanto os nomes do marqueteiro e outros integrantes do time são decididos, a pré-campanha no Podemos tem contado com o apoio de funcionários vinculados à legenda e servidores ligados a parlamentares da sigla.

A expectativa com o  nome de Moro do partido é positiva, por conta das recentes pesquisas eleitorais realizadas. O nome de Moro aparece em terceiro lugar, empatado com Ciro Gomes (PDT) no primeiro turno da disputa presidencial, em pesquisa eleitoral realizada pela Genial Investimentos e a Quaest Consultoria, divulgada no último dia 10.

Alguns nomes para trabalhar na campanha de Moro já foram escolhidos, segundo reportagem do portal Uol, como a deputada federal Dayane Pimentel (PSL-BA), ex-aliada de Bolsonaro. Em rede social, ela disse que disse que será coordenadora estadual da futura candidatura do ex-juiz.

Para a articulação junto a outros políticos, a pré-campanha já escolheu o atual diretor de planejamento do Podemos, Douglas Figueiredo. Além disso, Moro anunciou, na última semana, o economista Affonso Celso Pastore como seu conselheiro econômico, mas não revelou outros nomes. "O projeto ainda está sendo construído".

O marqueteiro da campanha ainda não foi definido. Entre os fatores que dificultam a definição está a atuação de Moro como juiz, por ter determinado a prisão de políticos, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários