Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, se reúne com o ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva
Reprodução
Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, se reúne com o ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva

ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, nesta sexta-feira (19), com o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, chefe do governo espanhol, no Palácio da Moncloa, na cidade de Madri.

Sánchez publicou fotos do encontro em uma rede social e escreveu que "Espanha e Brasil compartilham fortes laços estruturais e permanentes em diferentes áreas".

"Hoje, encontrei-me com seu ex-presidente, Lula, para tratar de vários assuntos de interesse comum, como a situação da pandemia, as mudanças climáticas ou a recuperação econômica", afirmou o premiê.

Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, se reúne com o ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva
Reprodução
Primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez, se reúne com o ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva

O encontro ocorre dois dias após  Lula se encontrar com o presidente da França, Emmanuel Macron, no Palácio do Eliseu, em Paris. O presidente francês afirmou que conversou com Lula sobre como "o Brasil se apartou do sistema multilateral e de grandes acordos internacionais".

Leia Também

Viagem diplomática 

O ex-presidente Lula está em viagem pela Europa e já passou por Bélgica e Alemanha, onde se encontrou com o futuro chanceler e atual e ministro das Finanças do país, Olaf Scholz.

Na Bélgica, Lula discursou no Parlamento Europeu, durante uma conferência sobre a América Latina promovida por congressistas do bloco social democrata. O petista afirmou que as forças políticas progressistas de todo o mundo devem se unir para derrotar a extrema direita. "O mundo precisa de democracia, de paz e não de guerra, precisa de livros e não de armas". Após o discurso, Lula foi aplaudido pelos políticos locais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários