Roberto Jefferson, ex-deputado federal
Reprodução - redes sociais
Roberto Jefferson, ex-deputado federal

A Procuradoria-Geral da República denunciou o  presidente do PTB e ex-deputado federal Roberto Jefferson pela suposta prática de pelo menos quatro crimes, entre eles incitação ao crime e homofobia. A decisão foi expedida pela subprocuradora Lindôra Araújo no dia 25 de agosto, segundo a CNN Brasil.

A procuradoria detalha entrevistas nas quais o bolsonarista incita a população a invadir o Congresso, e ensina como reagir a policiais militares e a atacar instituições, como o Supremo Tribunal Federal.

Roberto Jefferson está  preso desde o dia 13 deste mês por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ataques às instituições democráticas no inquérito sobre organização criminosa digital.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários