Senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid
Reprodução iG Minas Gerais
Senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid



O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), usou suas redes sociais para rebater o xingamento de "anta amazônica", feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a ele na manhã de hoje durante conversa com apoiadores.  "Na CPI não tem anta, tem onça", avisou Aziz.

"Presidente, uma dica: estude a fauna Amazônica. O predador do macaco guariba é a onça. Esses militares que estão ao seu lado sabem disso, eles serviram no meu Estado. Pergunte deles. Que fique claro: na CPI não tem anta, tem onça. E as onças vão pegar o guariba. Pode acreditar."


Você viu?

Pouco antes, em entrevista à Rádio Fórum, Aziz disse que  Jair Bolsonaro (sem partido) tem ao seu lado um "gabinete de assassinos". Ele se referia ao chamado 'gabinete do ódio' — grupo de assessores presidenciais acusados de promover desinformação e atacar adversários políticos do chefe do Executivo.

"Não é gabinete do ódio só, não. É o gabinete dos assassinos. Esse gabinete fez muita gente ir à morte, são assassinos. O ódio deixa mal quem está com ódio e quem recebe o ódio. Um gabinete que propaga uma medicação não comprovada é assassino", disse o senador.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários