Bruno Araújo, presidente do PSDB
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Bruno Araújo, presidente do PSDB

O presidente do PSDB, Bruno Araújo , disse nesta segunda-feira (19) que existe a possibilidade do partido não lançar candidatura na próxima eleição presidencial em 2022. O motivo, segundo ele, seria a busca por uma unidade  "distante da polarização".

"O PSDB está aberto até o último momento nas convenções de construir uma unidade no campo distante da polarização entre o presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula", disse ao jornal O Globo.

Segundo Bruno Araújo, as mais recentes  pesquisas de intenção de voto mostram que "uma maior parte do eleitorado brasileiro" busca uma alternativa às candidaturas de Bolsonaro e Lula, o que abriria possibilidade de uma aglutinação em torno de uma candidatura de centro.

Ainda na análise do presidente da legenda, o objetivo de uma candidatura de terceira via deve ser "ocupar a vaga" do atual presidente, o que o tiraria do segundo turno — o ex-presidente Lula vem se consolidando na liderança das pesquisas, com chance de vencer ainda em primeiro turno.

Caso o PSDB lance candidatura própria, a escolha do representante será feita por meio de eleições prévias . São quatro os pré-candidatos: o governador do estado de São Paulo, João Doria; o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o senador por Ceará, Tasso Jereissati; e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários