Governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite participa de reunião do PSDB-RJ
PSDB-Divulgação
Governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite participa de reunião do PSDB-RJ


Equilíbrio, sensatez e bom senso estão faltando ao Brasil segundo o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). “Temos que parar de gastar tanta energia em enfrentamentos a quem pensa diferente para construirmos algo melhor”, afirma Leite que participa na manhã deste sábado (26) de uma agenda com políticos do seu partido e aliados na cidade do Rio de Janeiro

O governador se colocou como uma alternativa às eleições presidenciais ao dizer que se sente pronto para colaborar em 2022 por meio do diálogo. “Peguei um estado quebrado e dialogando consegui caminhar com privatizações, fazer reformas ligadas aos servidores públicos, sempre reduzindo atritos”, declara. O governador conversou com a reportagem do portal iG com exclusividade.

Sobre as  denúncias feitas na última sexta-feira (25) pelo deputado Luiz Miranda (DEM) na CPI da Covid , Eduardo Leite afirma que elas são “muito graves e merecem uma investigação rigorosa que deve ser feita pela CPI”. Ele ressalta, porém, as investigações ainda são “incipientes” e de responsabilidade do Senado Federal. 

Além de participar das prévias do PSDB do Rio de Janeiro - que também receberá outros presidenciáveis tucanos como  o governador de São Paulo, João Doria, o senador Tasso Jereissati e o ex-senador Arthur Virgílio - Eduardo Leite teve uma reunião na casa do apresentador Luciano Huck , com quem o governador afirma ter “uma boa relação e com quem divide uma percepção e uma agenda sobre o futuro do país”. 

Ainda sobre o futuro, Leite afirma que após vencida a pandemia da Covid-19, a vacina para o país será o emprego

Você viu?

“Sem dúvida, hoje a vacina para colocar o Brasil nos eixos é a Pfizer, a Coronavac, mas após a pandemia a melhor vacina para o País será o emprego”, avalia Leite. Para isso, o governador acredita que será necessário buscar um novo “ambiente regulatório” com um “novo sistema tributário” para que os “investimentos robustos” voltem. Ele também defendeu a retomada de uma agenda de privatizações.

Além do Huck, Eduardo Leite se encontra neste sábado com políticos, a quem chamou de "jovens lideranças", como o secretário municipal de Governo e Integridade Pública e deputado federal pelo Cidadania-RJ, Marcelo Calero e a deputada federal Tabata Amaral (sem partido).  A agenda também incluía o prefeito do Rio Eduardo Paes, mas sua participação “foi prejudicada pelo luto”, segundo Leite. O prefeito perdeu o paí para a Covid-19 .  

Corrida pela vacinação

Para garantir a vacinação no Rio Grande do Sul de toda a população acima de 18 anos até 20 de setembro , Eduardo Leite estuda implementar um prêmio para os municípios que conseguirem vacinar sua população mais rápido. 


“Estamos acompanhando a vacinação no Estado e percebemos que alguns municípios estão com um melhor desempenho que outros. A ideia (da premiação) é estimular as boas práticas e premiar os bons gestores”, conclui Eduardo Leite.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários